Voltar para o topo

Agora você pode adicionar o PapelPop a sua tela inicial Adicione aqui

Ana Hickmann posta vídeo falando sobre agressão e diz que vai abrir o coração

famosos
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em seu canal no YouTube, a apresentadora Ana Hickmann divulgou um vídeo nesta sexta-feira (17) em que se pronunciou, oficialmente, pela primeira vez sobre as agressões que sofreu do marido, o empresário Alexandre Correa.

“Não tá tudo bem, né? Tá longe de estar tudo bem. Sempre fui transparente e verdadeira com vocês, sempre compartilhei tudo: viagens, família, receitas. Já são quase 8 anos juntos aqui e algumas coisas muito sérias aconteceram e que precisam ser ditas, sim, mas no momento certo e da forma certa”, afirmou.

“Eu não sou apenas mulher, eu sou mãe, e essa mãe aqui vai defender de todas as formas o seu pequeno, o seu filho, meu filho é a coisa mais importante da vida pra mim e é exatamente por isso que eu não tô pronta, ele também tem que estar pronto e protegido”.

Ana, que também está à frente do programa “Hoje em Dia”, na TV Record, voltou a agradecer o público por todo o apoio e manifestações de carinho recebidas. “O que aconteceu comigo, infelizmente, acontece com outras mulheres. Espero que juntas a gente pode mudar essa história. Prometo que conto mais em breve, quero abrir meu coração pra vocês na hora certa”.

A apresentadora também disse que pretende retomar as atividades de seu canal na próxima semana. Assista!

O caso

Ana e Alexandre, que estavam juntos desde 1998, se desentenderam no sábado (11). Os dois estavam na companhia do filho do casal, de 10 anos, além de dois funcionários, quando começaram a discutir, por volta das 1h30. Foi então que, assustado, o menino saiu do ambiente.

Alexandre, de acordo com o registrado no boletim de ocorrência, pressionou Ana contra a parede e começou a agredi-la com cabeçadas. Ela conseguiu se desvencilhar e tentou pegar o telefone a fim de ligar para a polícia. Foi então que o empresário fechou uma porta de correr, pressionando o braço da esposa. Quando a polícia chegou ao local, ele não estava mais presente.

A apresentadora foi conduzida à Santa Casa de Itu, onde foi atendida por médicos e em seguida liberada. Ela seguiu escoltada até a delegacia, mas preferiu não solicitar medida protetiva, um direito previsto em lei para mulheres vítimas de agressão.

Em nota, Alexandre negou o ocorrido, mas depois admitiu, classificando o desentendimento como algo “isolado”.

voltando pra home