Voltar para o topo

Agora você pode adicionar o PapelPop a sua tela inicial Adicione aqui

Kelly Clarkson libera o gogó e as canetadas no disco “chemistry”

música
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A QUÍMICA? EXPLODIU!

Provando que é uma das maiores de sua geração e que o Grammy de Melhor Álbum Pop Vocal só não vai pra sua estante se rolar uma marmelada daquelas, Kelly Clarkson liberou nesta sexta-feira (23) um novo álbum! O projeto é seu primeiro LP de inéditas em seis anos e mostra um compromisso da artista em seguir falando sobre temas de amor.

A magia do romance está presente do início ao fim em “chemistry”, ao mesmo tempo em que os erros e a impaciência também aparecem. São provas de que Clarkson é uma mulher madura e que sabe decantar os próprios sentimentos. Entre os destaques, com certeza estão as faixas “High Road”, “Favorite Kind of High”, com David Guetta, e “Red Flag Collector”. Para ouvir, basta dar play agora mesmo!

O trabalho mais recente de Kelly Clarkson até então tinha sido o EP “Kellyoke”, em que, como o próprio título indicou, trazia versões suas de clássicos do pop (em geral, faixas interpretadas em seu programa de TV).

“Ter química com alguém é um sentimento incrível e transbordante, é como não ter poder de escolha. Isso pode ser bom ou ruim. Este álbum te convida a entrar em cada caminho que a química te propuser”, escreveu logo que fez o anúncio.

Ela também pensou estrategicamente no lançamento das faixas que chegaram antecipando o todo. “Quis lançar as faixas ‘Mine’ e ‘Me’ ao mesmo tempo porque não queria liberar apenas uma canção para representar o disco inteiro, ou uma relação. Há muitas fases da dor e da perda nesse projeto. Cada canção é um estágio emocional diferente”.

voltando pra home