Menu Papel POP
Foto: Reprodução/Multishow

Marina Diamandis critica Copa do Mundo no Qatar e violações a pessoas LGBT: “F*da-se a FIFA”

Hablou! A cantora Marina Diamandis se pronunciou na madrugada desta quarta-feira (23), via Twitter, a respeito dos múltiplos e recentes episódios envolvendo pessoas LGBTQIA+ na Copa do Mundo no Qatar. O país que sedia os jogos condena a homossexualidade e tem sido bastante rígido com manifestações de afeto. O apoio à comunidade durante as partidas também é proibido e diversas seleções desistiram de se posicionar em campo.

“Foda-se a FIFA. Um milhão de vezes”, escreveu a cantora. Marina, uma importante e longeva aliada da causa, também compartilhou outras duas publicações feitas pelo jornalista da CBS, Grant Wahl e a colega Mia Farrow. Ambos questionavam o fato de que a organização das partidas baniu dos estádios qualquer pessoa que estivesse usando camisetas ou bandeiras com o arco-íris, símbolo queer.

Em março deste ano, durante um show no Brasil, Marina também se posicionou contrariamente às posturas adotadas por líderes como Jair Bolsonaro e o presidente russo, Vladimir Putin.

Na última terça, uma equipe de TV brasileira foi intimidada por membros do comitê qatari enquanto fazia gravações com uma bandeira do Estado de Pernambuco. Ela traz em seu emblema, justamente, um arco-íris, sem qualquer relação com movimentos progressistas.

A FIFA, entidade responsável pelo evento, não se pronunciou a respeito.

(Arte: Papelpop)

VOCÊ FOI CONVOCADX! É hora de se jogar no pop brasileiro e no funk em uma edição especial e inédita da Festa VHS. Em clima da Copa do Mundo, sábado, dia 26 de novembro, tem “Vai Brasil!” no Cine Joia, em São Paulo. Compre seu ingresso aqui!

Comentários

Topo