Menu Papel POP
(Foto: Divulgação/Reprodução/Instagram)

Entrevista – Gabriel do Borel revela disco favorito de Björk e fala sobre possível feat. com a cantora: “Algo muito louco”

Sabe aquelas uniões que a gente NUNCA imagina que pode acontecer, mas que se acontecesse ia fazer o mundo explodir? É o que parece que pode vir a ser tornar realidade se o funkeiro carioca Gabriel do Borel e a islandesa Björk unirem forças…

Tudo começou quando, no último fim de semana, a artista tocou, durante um set em Londres, a faixa “Na Pepeca Sem Camisinha”, single de Borel com Mc Lucy.

Recentemente, a dona de “Fossora” (2022) esteve no Brasil para um show emocionante ao lado de uma orquestra na primeira edição do Primavera Sound São Paulo.

Depois que vários vídeos de Björk tocando a música do brasileiro viralizaram na internet, Gabriel tratou de instigar o público com a ideia de que poderia, sim, fazer um feat. com a artista.

E é claro que o Papelpop correu para mandar um zap para o funkeiro a fim de entender melhor essa história!

Durante o bate-papo, o produtor deixou claro que nunca conversou com ela nem pelas redes sociais, nem pessoalmente — durante o festival. Para ele, foi uma grata surpresa saber que ela tem conhecimento de seu trabalho e, assim que fãs o marcaram no vídeo dela tocando sua faixa, ele correu para ouvir o (belo) repertório de Björk.

“Não conhecia muito sobre o trabalho dela. Comecei a procurar sobre o som que ela faz, quando as pessoas começaram a me marcar no vídeo dela tocando nossa música. Fui buscar ver quem era a artista. Achei incrível tudo que ouvi. Gostei demais. É algo muito diferente do que estou acostumado a fazer”

Entre tudo que ouviu, o artista do bordão “produziu, explodiu” revelou que o disco que mais chamou sua atenção. Inclusive, imaginou uma colaboração musical entre eles a partir deste trabalho. Veja:

“Gosto de experimentar coisas novas, ritmos variados, inéditos. O que mais gostei dela foi ‘Utopia’ [aclamado álbum da islandesa, lançado em 2017], ouvi inteiro e me atraiu muito. Fiquei imaginando misturar esse álbum cheio de flauta com funk, juntar as batidas e dar em algo muito louco. Vai ficar muito diferente”

Se isso se concretizar – o que estamos torcendo, obviamente! —, Gabriel acredita que será mais um passo merecido e interessante para o funk brasileiro.

“Dando certo, vai elevar o nosso ritmo [funk] a um patamar que ele merece, fazendo ele chegar cada vez mais longe e mostrando que ele pode se misturar a outros ritmos. Estamos articulando tudo para fazer acontecer isso. Vamos agilizar o mais rápido possível”

Veja a artista tocando uma faixa de Borel em seu set:

Gente, queremos esse feat. na nossa mesa para ontem, né? Estamos atentos!

Se isso acontecer, esta não será a primeira parceria internacional do artista. Em setembro deste ano, o DJ se aventurou com a Grammy Winner Rosalía na faixa “LA KILIÉ.

A múscia faz parte da versão estendida do disco “Motomami”. Ouça de novo aqui:

(Arte: Papelpop)

VOCÊ FOI CONVOCADX! É hora de se jogar no pop brasileiro e no funk em uma edição especial e inédita da Festa VHS. Em clima da Copa do Mundo, sábado, dia 26 de novembro, tem “Vai Brasil!” no Cine Joia, em São Paulo. Compre seu ingresso aqui!

Comentários

Topo