Menu Papel POP
(Foto: André Müzell / AgNews)

AFROPUNK Bahia 2022: Baco Exu do Blues, Ludmilla e mais encerram com chave de ouro; veja

O último domingo (27) trouxe o encerramento perfeito para o AFROPUNK Bahia 2022. Mesmo com a chuva caindo sem piedade em Salvador, uma multidão pôde curtir shows de Dawer x Damper, Baco Exu do Blues, Ludmilla, ÀTTØØXXÁ com Karol Conká e muito mais no segundo e último dia de festival.

Foram mais de dez horas de música e de celebração às potências pretas no Parque de Exposições da capital baiana para fechar a programação deste ano, consagrando o evento no Brasil. O que restou foi um desejo por mais, uma torcida para que evento tenha vindo para ficar.

Confira os melhores momentos!

Baco Exu do Blues

(Foto: André Müzell / AgNews)

(Foto: André Müzell / AgNews)

Ele é o cara! Baco Exu do Blues não arranca suspiros só porque é um gato, não, mas, também, pelo talento e por tudo o que entrega em cima de um palco. O artista já chegou mostrando que é conterrâneo, gritando a todos pulmões que estava em casa.

Os sucessos dos álbuns “Bluesman” e “Quantas Vezes Você Já Foi Amado?” fizeram parte do setlist do cantor. “20 Ligações”, “Samba in Paris”, “Me Desculpa Jay-Z” e “Flamingo” foram alguns dos momentos mais eletrizantes.

A apresentação de Baco contou ainda com uma das homenagens mais bonitas a Gal Costa, nossa musa da Tropicália que faleceu no início deste mês.

Uma de suas backing vocals ficou responsável por uma versão linda, acapela, de “Força Estranha”, enquanto uma foto de Gal iluminava o telão do palco.

Veja:

Ludmilla

(Foto: André Müzell / AgNews)

(Foto: André Müzell / AgNews)

Mais uma vez, Ludmilla provou que é uma das nossas maiores divas da atualidade. Durante o festival, toda de vermelho, dos fios do cabelo aos sapatos, a cantora fez um show impecável.

Ao som de “Favela Chegou”, a Danada surgiu no palco toda maravilhosa. A plateia, que contemplava a mais forte chuva dos dois dias de evento, foi ao delírio. Uma sequência enérgica de “Verdinha”, “Rainha da Favela” e “Invocada” botou todo mundo para dançar.

Logo depois, uma surpresa: Liniker subiu ao palco! O momento foi uma comemoração pelo Grammy Latino que as artistas ganharam recentemente. Assista ao vídeo:

“Lud Session”, “Numanice” e o “Fervo da Lud” ficaram por conta de dar continuidade a uma das maiores festas do AFROPUNK. A nossa maioral, né?

Confira:

ÀTTØØXXÁ E KAROL CONKÁ

(Foto: André Müzell / AgNews)

(Foto: André Müzell / AgNews)

ÀTTØØXXÁ chegou para a festa com uma sucessão de hits dignos do verão. Entre eles, “Blvck Bvng”, “Bota o Capacete”, “Caixa Postal (Tum Tum)”, “Tô Te Querendo” e “Elas Gostam”.

A banda baiana convidou ninguém menos que Karol Conká para o palco, encantando a plateia ao som de “É o Poder”, “Ai, Ai, Ai…”, “Louca e Sagaz” e muito mais.

O show estreitou os laços entre os artistas, mostrando a força que pode surgir dessa união. Afinal, Conká já trabalhou com RDD, integrante do ÀTTØØXXÁ, no álbum “Urucum”, lançado em março deste ano. Parceria de MILHÕES!

Dá uma olhada:

Comentários

Topo