Menu Papel POP
Foto: Reprodução/globoplay

Simaria comenta sobre problemas de saúde, carreira solo e fim de dupla com Simone: “estava me sufocando”

Ela hablou! Simaria Mendes concedeu uma entrevista ao “Fantástico”, da Rede Globo, exibida na noite deste domingo (9). À jornalista e repórter Renata Ceribelli, a cantora contou a sua versão sobre o encerramento da dupla, abriu o coração sobre família e carreira, e ainda adiantou alguns projetos internacionais.

A artista confessou que há cerca de dois meses, no momento em que se separou de Simone, sua antiga dupla, estava esgotada:

“Nós nos entendemos. Ela veio aqui em casa. Ela disse, era cuidado, minha irmã. Minha irmã, mas estava me sufocando. A gente conversou, a gente se entendeu. Na vida, hoje nós somos parceiras, irmãs”, disse.

Foto: Reprodução/Globoplay

Foto: Reprodução/Globoplay

No entanto, para o encerramento da parceria de mais de dez anos, era um desejo de Simaria que a irmã esperasse sua recuperação de saúde para se despedir nos palcos, algo que não aconteceu:

“A minha ideia era voltar [depois da recuperação], mas a Simone queria cantar”, contou a artista. Ela ainda reafirmou que o retorno não seria definitivo: “Eu queria [que ela me esperasse], mas não para sempre. Meu plano era fazer alguns shows e encerrar mesmo”.

“Estava totalmente vulnerável, sem voz, rouca, esgotada e observando coisas que eu não estava gostando no meu trabalho. Aquilo tudo se juntou. Eu disse que não aguentava mais. Não falei mal, mas era como um marido me controlando”, revelou

Diferenças

Simaria ainda relembra algumas diferenças que potencializaram o fim da dupla: “Eu queria uma coisa, e ela outra. Chamei ela para gravar um disco em espanhol, e ela disse que não queria.”

“Eu gosto do palco, mas não gosto do processo. Essa rotina me adoeceu. No passado eu rodava quase 1 mil quilômetros por dia. A gente não precisava mais disso, poderíamos escolher apresentações. Ela gosta da estrada e queria continuar. Então tudo bem. É uma diferença total”, ressaltou.

Saúde Fragilizada

Após a separação do espanhol Vicente Escrig, com quem foi casada por 14 anos, Simaria conta que teve problemas de saúde que culminaram no rompimento profissional com a irmã.

“Comecei a ter crises de pânico ao ver meus filhos sofrendo naquela situação. Crise de pânico mesmo. Meu corpo estremecia. Chorava de cair no chão”, contou.

“Eu não tinha coragem de parar porque estava muito comprometida com o trabalho, a agenda e todos os que estavam envolvidos. Eu via todas essas responsabilidades, mas pensava em também ter dois filhos. ‘Já fez tudo o que você podia, moça. E o preço foi muito alto’”, disse para si mesma.

Novos projetos

Com o fim da dupla, Simaria já tem novos planos. Em 2023, a cantora não garante que voltará aos palcos, mas já tem músicas em processo de produção e planeja uma carreira internacional.

Ela ainda deu palinha de uma nova música bastante pessoal: “Com tantas quedas que levei eu aprendi. Estou vacinada, trancada em casa continuei com a minha vida privada. Eu nunca me importei com essas bocas que falam da minha postura e da minha roupa decotada”.

Simaria não falou se a música é inspirada em vivências com a irmã ou com o ex-marido, mas afirma que a letra é baseada em suas vivências pessoais.

“Prometi para mim mesma que você não ia mais tocar meu corpo. E a voz que você levantava está gritando com as paredes. É que eu cansei desse dedo na cara e do seu desaforo. Confiei minha vida a você e queimei a minha mão no fogo, mas estou bem”, diz um outro trecho.

Veja:

 

Vale lembrar que as irmãs nascidas em Uibaí, Bahia, começaram a cantar profissionalmente quando ainda eram adolescentes. Elas formaram a dupla em 2012 e viraram referências do feminejo, movimento de mulheres na música sertaneja.

Simone e Simaria anunciaram em meados de agosto o fim das atividades em conjunto. Em nota divulgada nas redes sociais, elas contaram que, agora, seguem em carreiras solo.

Relembre:

ASSISTA AO VÍDEO DA ENTREVISTA NA ÍNTEGRA AQUI.

Comentários

Topo