Menu Papel POP

Terror “Sorria” recebe aclamação da crítica: “tensão assustadora e esmagadora”; veja o que dizem

MAIS SOBRE:

“Sorria” estreou nos cinemas brasileiros nesta última quarta (28) e deixou muita gente curiosa após apresentar um trailer muito macabro. Uma doutora especializada em distúrbios mentais passa por uma experiência traumatizante e começa a enxergar pessoas sorrindo para ela. Porém, não é de uma forma nada animada e contagiante. É um sorriso que te dá arrepios e parece desejar sua morte. Com essa breve descrição, já dá pra sentir o quão sombria é a história.

O filme é a estreia do diretor Parker Finn nos cinemas e não apenas prometeu um grande terror pelo trailer, mas parece ter cumprido ao vermos que as críticas são só elogios. E não foi só a imprensa especializada que destacou o quão macabro o filme é. No Twitter, “Sorria” foi enaltecido por um dos mestres do horror, Stephen King: “Um bom filme de terror, mas a grande surpresa é Sosie Bacon como Rose. Que performance espetacular!”

Além disso, a imprensa internacional tem elogiado o filme por ter acertado na capacidade de deixar os espectadores mexidos pelas cenas chocantes e como a história, câmera, ilusões e atuações fazem com que as questões mentais e alucinações tenham sido muito bem ilustradas. Veja agora o trailer do filme e, em seguida, confira alguns destaques das críticas!

Um filme implacavelmente sombrio, trabalhado com precisão, cujos sustos apenas reforçam a sagacidade de sua premissa, “Sorria” transforma nosso sinal mais reconhecível de prazer em uma terrível fonte de dor. – New York Times

O que é absolutamente fascinante em “Sorria” é a maneira como Finn absorve consistentemente o público na mentalidade nebulosa de Rose. Sua bagagem é suficiente para desgastar seus nervos e os nossos sem nenhuma assistência sobrenatural. – The Wrap

Cenas de cabeça para baixo, flashes rápidos que se traduzem em truques e uma predileção por enquadramentos fechados nos colocam firmemente na perspectiva de Rose. O filme nunca abandona a ansiedade, usando a sensação de revirar o estômago e o coração acelerado numa espiral ansiosa para sustentar os espectadores. – The Hollywood Reporter

“Sorria”,de Parker Finn, não é sobre reviravoltas; não se trata de contagem de corpos; não se trata de sustos. É sobre imagens inquietantes e a linha tênue entre sanidade e insanidade que enfrentamos – é isso que o torna assustador como o inferno. – Collider

Os demônios sorriem de volta para você em um filme de terror com um fator de medo altamente eficaz. – Variety

“Sorria” navega por traumas não curados através de lentes sobrenaturais e justaposição para te confundir. Com raros momentos de comédia sombria e ironia, ele é capaz de expor a natureza contundente da expectativa da sociedade de ser feliz e apresentável, apesar do sofrimento que pode espreitar sob a pele. No geral, “Sorria” oferece uma paisagem infernal mental cativante e claustrofóbica que fará com que alguém faça caretas e sorria. – IndieWire

O filme de terror de estreia de Parker Finn, “Sorria”, é cuidadosamente calibrado para fazer coisas diferentes para diferentes espectadores. Para alguém que não é bem versado em horror, é um festival de sustos eficiente e eficaz, cheio de sustos grandes e surpreendentes e tensão assustadora e esmagadora. – Polygon

Ou seja, é mesmo um dos filmes de terror do ano para ver e passar medo nos cinemas! “Sorria” já está em cartaz.

Comentários

Topo