Menu Papel POP
Da esq. para dir.: Ludmilla (Crédito: Ygor Marques); Djonga (Crédito: Bernardo Silva); Pabllo Vittar (Crédito: Gabriel Renne); Linn da Quebrada (Crédito: Wallace Domingues); Marina Sena (Crédito: Fernando Tomaz); Mari Fernandez (Crédito: Igor Reis); Criolo (Crédito: Bruno di Torino/Spotify); Emicida (Crédito: Julio Benedito/Acervo Lab Fantasma)

Pabllo Vittar, Ludmilla, Djonga e mais: conheça quem estará no projeto do Spotify que homenageia ícones do MPB

O Spotify anunciou, na tarde desta quinta-feira (22), os oito artistas que participarão de “Atemporais”. O projeto musical é original da plataforma e estreará nos últimos meses deste ano.

Entre os selecionados? Só gente talentosa: Pabllo Vittar, Ludmilla, Emicida, Linn da Quebrada, Criolo, Djonga, Mari Fernandez e Marina Sena regravarão canções escolhidas a dedo da discografia dos grandes nomes da MPB.

Em 2022, quatro gigantes da música popular brasileira completam 80 anos de vida: Gilberto Gil, Caetano Veloso, Milton Nascimento e Paulinho da Viola. Cada artista terá duas canções regravadas.

Veja abaixo quem homenageia quem:

Pabllo Vittar e Linn da Quebrada homenageiam Gilberto Gil

“Eu fiquei muito honrada em poder fazer essa homenagem ao meu vô Gil! Ele é uma inspiração para todos e de muitas maneiras. Poder participar desse projeto é incrível demais!”, disse Pabllo.

Marina Sena e Mari Fernandez vão regravar Caetano Veloso

“É uma mistura de felicidade, satisfação e responsabilidade”, descreveu Mari.

Ludmilla e Djonga interpretarão clássicos de Milton Nascimento

“Essa missão não é fácil, não. Ainda mais comemorando os 80 anos do cara!”, comenta Ludmilla. “Poder revisitar a arte do Milton é a melhor homenagem que podemos fazer, continuar revisitando e deixar a arte dele viva”, completa Djonga.

Emicida e Criolo cantarão Paulinho da Viola

“É um momento muito feliz de celebração porque por meio desse projeto, com essa singela homenagem, podemos apresentar para novas gerações um pouco desse Brasil que se constrói, mas como era 50, 60 anos atrás”, comenta Criolo. “Está sendo muito difícil escolher uma única música. O Paulinho da Viola, em especial, é um artista que eu consigo cantar o show dele inteiro!”, diz Emicida.

Lançar um conteúdo tão potente e cheio brasilidade reforça nosso compromisso de unir fãs de todo o mundo em uma experiência de áudio inesquecível, além de ser o melhor destino para escutar e descobrir música, inclusive gratuitamente”, afirma Carolina Alzuguir, líder de parcerias com artistas e gravadoras no Spotify no Brasil.

Estamos sedentos para ouvir! Dropa, Spotify!

Comentários

Topo