Menu Papel POP
(Foto: Reprodução/TV Globo)

BBB 23: TV Globo confirma famosos e anônimos e possível maior prêmio para vencedor

ALÔ, É O BIG FONE? Está cada vez mais perto de ficarmos totalmente alienados com mais uma edição do Big Brother Brasil!

Nesta sexta-feira (2), a TV Globo, por meio de um comunicado enviado à imprensa, revelou novidades do que podemos esperar da edição 2023 do reality show, que é uma aclamação nacional.

Em nota, a emissora carioca confirmou que, pela quarta vez, os participantes serão divididos entre famosos e anônimos. Ou seja, teremos o que a produção chama de Pipoca e Camarote.

Além disso, sem revelar grandes detalhes, o canal afirmou que os brothers e sisters — como são chamados dentro do jogo — “poderão ver o valor do prêmio final mudar ao longo do programa” e disse que, “mais do que nunca, escapar dos paredões e resistir mais tempo no game será fundamental”.

O “BBB23” está com estreia prevista para o dia 16 de janeiro, com apresentação de Tadeu Schmidt.

Leia íntegra da nota:

“Próxima temporada do reality terá nova dinâmica para a premiação final

É verdade esse bilhete. E quando falamos da 23ª edição do ‘Big Brother Brasil’, é um bilhete pra lá de premiado. O ano nem terminou, mas a viagem para o BBB já está começando. Os fãs do reality podem esquentar as turbinas porque as novidades estão por aí. Na nova temporada, os brothers e sisters – que serão novamente divididos entre Pipoca e Camarote – poderão ver o valor do prêmio final mudar ao longo da temporada, com possibilidade de garantir uma quantia maior para o grande vencedor. Então, mais do que nunca, escapar dos paredões e resistir mais tempo no game será fundamental.

Com previsão de estreia no dia 16 de janeiro, o programa volta com tudo aquilo que os apaixonados pelo BBB curtem: prova do líder, do anjo, bate-volta, resistência e, é claro, as festas. Os detalhes da nova dinâmica da premiação e outras surpresas contamos depois. E, talvez, as novidades cheguem mais cedo do que se imagina…

O ‘BBB 23’ tem apresentação de Tadeu Schmidt, produção de Mariana Mônaco, direção artística de Rodrigo Dourado e direção de gênero de Boninho.”

Comentários

Topo