Menu Papel POP
Fotos: Getty Images

Johnny Depp vence processo de difamação contra Amber Heard; saiba todos os detalhes

MAIS SOBRE:

O julgamento do processo de difamação movido por Johnny Depp contra Amber Heard finalmente chegou ao fim. Os dois foram condenados por difamar um ao outro, com o ator condenado a pagar US$ 2 milhões à ex-esposa, enquanto ela deve pagá-lo US$ 15 milhões. 

Depp, que não estava presente no momento da decisão, tendo participado da audiência por vídeo, havia pedido inicialmente US$ 50 milhões, ao ponto em que Heard abriu um contra-processo exigindo US$ 100 milhões. O Tribunal do Condado de Fairfax, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, concluiu que a atriz difamou o ex-marido em um artigo publicado em 2018 no Washington Post, onde ela alegava ter sofrido violência doméstica. 

O júri, formado por cinco homens e duas mulheres, afirmou também que a estrela de “Aquaman” “agiu com malícia”, convencidos de que ela fez as declarações com a consciência de que eram falsas. Já o protagonista da franquia “Piratas do Caribe” também foi condenado por conta de suas respostas às acusações, porém de forma mais branda. 

Pronunciamentos

Em suas redes sociais, Heard postou uma nota afirmando estar “sem palavras” para o tamanho da decepção que está sentindo após o resultado. Ela disse estar com o “coração partido” pelo fato de que todas as evidências apresentadas não foram suficientes para “resistir ao poder e influência” de seu ex-marido. Para ela, a decisão representa um “retrocesso”, por conta do que isso “pode significar para outras mulheres”. 

“Atrasa o relógio para uma época em que uma mulher que se manifestou poderia ser envergonhada e humilhada publicamente. Afasta a ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério”, apontou. “Acredito que os advogados de Johnny conseguiram fazer com que o júri ignorasse a questão chave da liberdade de expressão e ignorasse evidências tão conclusivas com as quais vencemos no Reino Unido. Estou triste por ter perdido este caso. Mas estou ainda mais triste porque pareço ter perdido um direito que pensava ter como americana – de falar livre e abertamente”, escreveu.

Confira:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Amber Heard (@amberheard)

Por outro lado, Depp, também em um comunicado, afirmou que “o júri deu minha vida de volta”. Ele fez um resumo dos acontecimentos dos últimos seis anos, desde que o editorial de Heard foi publicado, afirmando que, mesmo não recebendo nenhuma acusação diretamente, a mídia impactou sua vida e sua carreira com “alegações falsas, muito sérias e criminais que desencadearam uma enxurrada interminável de ódio”. 

“Estou verdadeiramente humilhado. Minha decisão de prosseguir com este caso, sabendo muito bem a altura dos obstáculos legais que eu enfrentaria e o inevitável espetáculo mundial em minha vida, só foi tomada após considerável reflexão”, explicou. “Desde o início, o objetivo de trazer este caso era revelar a verdade, independentemente do resultado. Falar a verdade era algo que eu devia aos meus filhos e a todos aqueles que permaneceram firmes em seu apoio a mim. Sinto-me em paz sabendo que finalmente consegui isso”, afirmou.

Leia na íntegra: 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Johnny Depp (@johnnydepp)

 

 

Comentários

Topo