Voltar para o topo

Agora você pode adicionar o PapelPop a sua tela inicial Adicione aqui

Normani diz que “Motivation” não a representava e que lançamento ocorreu por pressão

música
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

Em conversa com a revista The Cut, a cantora Normani afirmou que o single “Motivation“, responsável por seu debut solo, não a representava e que a estreia, apesar de bem-sucedida, só se deu por pressão da gravadora.

“Não senti que aquilo me representava e já sabia como isso funcionava. Mas a gravadora disse ‘Desculpa, vamos lançar’”. Normani também falou sobre as gravações exaustivas do videoclipe, ironizando o fato de que o mesmo passou por mais de 50 edições. “E precisava ser ‘preto pra caralho'”. Procurada, a RCA, responsável pela artista à época, não quis comentar as declarações.

Seu primeiro álbum, “Dopamine”, recebeu esse nome, conforme a publicação, pelo fato de que os últimos anos foram uma montanha russa de emoções. A primeira canção, “1:59”, já está disponível e tem a colaboração do rapper Gunna.

Normani vem prometendo um disco solo desde 2018, mesmo ano em que ocorreu a separação da girl band que ela formava com Camila CabelloLauren JaureguiAlly Brooke e Dinah Jane. Os anos, no entanto, se passaram sem muitos sinais de tal projeto.

A artista lançou apenas dois singles nesse meio tempo: além de “Motivation”, já citada, saiu também “Fair”, projeto solo que antecipou parcerias como “Love Lies”, com Khalid; “Dancing with a Stranger”, com Sam Smith; e “Wild Side”, com Cardi B.

O disco “Dopamine”, primeiro da carreira de Normani, está programado para sair no dia 14 de junho.

voltando pra home