Menu Papel POP
(Reprodução)

Sevdaliza mostra pop experimental e faz boate no Primavera Sound São Paulo

“Meu nome é Sevdaliza e vejo vocês em outro momento”. Foi assim que a artista finalizou seu show no Primavera Sound São Paulo, neste sábado (5). Certamente, o público que lotava a avenida e a arquibancada do Palco Elo voltaria para assistí-la mais uma vez.

A cantora e produtora iraniana de 35 anos mostrou seu pop experimental e rico, entre todas as faixas, durante uma hora de show. Seu som, recheado de batidas eletrônicas, se mesclou ao talento de dois tecladistas que a acompanharam no palco.

O repertório contou com músicas de seu último álbum, “Shabrang” (2020), e de outros momentos de sua carreira. Inclusive, Sevdaliza deu início a “Human” cantando, em alto e bom tom, em português: “Eu sou humana, nada além de humana”.

Um dos pontos altos da apresentação, além da beleza estonteante da cantora, foi quando ela assumiu um CDJ e transformou o Sambódromo em uma gigante boate, tocando músicas de outros artistas, como New Order e The Prodigy.

Ela dedicou o show à própria família e agradeceu a todos os fãs que estavam ali. Sevdaliza encantou quem conhecia ou não seu som!

Comentários

Topo