Menu Papel POP
Foto: Reprodução/Facebook

Ezra Miller diz ser inocente em acusações de roubo; crimes podem render até 26 anos de prisão

Estrela de filmes da DC como “The Flash”, Ezra Miller afirmou em depoimento nesta segunda-feira (17) que é inocente em relação às acusações recentes que sofreu de invadir a propriedade de um vizinho e roubar 3 garrafas de bebida. Os crimes teriam ocorrido em maio de 2022 no Estado de Vermont.

Depois de abrir uma investigação, a polícia local confirmou o desaparecimento das garrafas de álcool enquanto os proprietários não estavam presentes. Testemunhas também foram ouvidas e as imagens de câmeras de vigilância analisadas.

De acordo com a revista Variety, elu esteve presente na audiência realizada pela Suprema Corte de Bennington em esquema virtual. Somados, os itens seriam avaliados em aproximadamente US$ 900 (R$ 4,6 mil). O crime de furto cometido por Miller pode render até 26 anos de prisão e o pagamento de multa no valor de US$ 1.000.

O processo segue em tramitação…

Estrela se pronunciou

Atualmente, Ezra Miller está em busca de ajuda profissional para tratar problemas de saúde mental. Com a repercussão negativa de seus comportamentos, elu chegou a enviar uma nota formal à revista Variety em que pediu desculpas às pessoas atingidas.

“Tendo passado recentemente por um período de crise intensa, agora entendo que estou sofrendo problemas complexos de saúde mental e comecei um tratamento contínuo”, contou.

“Quero pedir desculpas a todos que alarmei e aborreci com meu comportamento passado. Estou comprometido em fazer o trabalho necessário para voltar a um estágio saudável, seguro e produtivo em minha vida.”

Zerando o Código Penal

O comportamento mencionado por Miller faz referência às duas vezes em que foi prese no Havaí, entre março e abril deste ano. Na primeira vez, elu foi detido por conduta imprópria em um bar. Na segunda, por arremessar uma cadeira em um bar, acertando a testa de uma mulher.

Ainda em 2020, na Islândia, foi gravade estrangulando uma mulher e acusade de importunação por outra, na Alemanha. Em junho deste ano, um casal solicitou uma ordem judicial de restrição contra Miller, acusando u artista de agredir e drogar sua filha entre seus 12 e 18 anos.

Comentários

Topo