Menu Papel POP

“House of Hammer: Segredos de Família ” estreia no discovery+ e expõe verdades sobre Armie Hammer; conheça alguns fatos

[Atenção: a matéria a seguir pode provocar gatilhos ao tratar de assuntos como abuso psicológico, sexual e conteúdo gráfico]

Desde 2021, a internet começou a conhecer mais e mais os bastidores chocantes de uma personalidade de Hollywood que até então muitos adoravam. Armie Hammer chamou a atenção ao estrelar “Me Chame Pelo Seu Nome”, “O Agente da U.N.C.L.E.” e várias outras produções de 2010 para cá. Mas a carreira dele foi rapidamente encerrada após vários relatos vindos de mulheres que se relacionaram com ele entregarem comportamentos violentos, abusos e até com tendências canibalistas.

Hoje, o discovery+ estreia a série documental “House of Hammer”, que promete mostrar que o histórico do ator não se restringe a ele, mas faz parte de uma série de polêmicas e crimes que vêm desde o tataravô. Com relatos de vítimas e familiares, os episódios vão abordar detalhadamente todo o caso e mostrar essa linhagem familiar conturbada. Se você chegou agora no assunto e está perdido com todas essas informações, olha só como tudo começou e como a imprensa já têm acompanhado o assunto:

Passado criminoso da família

O documentário tem como base contar como Armie Hammer é apenas a ponta de uma grande árvore de problemas e crimes vindos de todas as figuras paternas da família Hammer desde muitas gerações passadas. Por exemplo, segundo artigo da Vanity Fair, o tataravô de Hammer, Julius Hammer, foi sentenciado entre 3 à 12 anos de cadeia por praticar um aborto ilegal que causou a morte de uma mulher em 1919.

Além disso, também segundo o artigo, o bisavô de Hammer, Armand, se tornou nos anos 50 um multi-milionário após usar o investimento da terceira esposa para a companhia de petróleo dele, a Occidental Petroleum. Posteriormente ele foi acusado de lavagem de dinheiro e de usar obras de arte para financiar espionagem russa.

Posteriormente, Casey Hammer, tia do ator, publicou um livro chamado “Surviving My Birthright“, em que entra em detalhes sobre o histórico criminoso e repleto de abuso que presenciou enquanto esteve na presença do pai e dos irmãos. Casey é uma das participantes do documentário “House of Hammer”, que entrará em muito mais detalhes sobre a árvore genealógica da família.

Denúncias de assédio e comportamentos abusivos

Em 2021, a imprensa começou a noticiar que uma mulher prestou queixa contra Armie Hammer alegando que foi abusada pelo ator. Dias depois, ela aparece em público com advogados e descobrimos que ela é Effie, uma pessoa que se relacionou com o ator entre 2016 e 2020. Entre os relatos, ela conta que em 2017 sofreu um estupro nas mãos do ator que durou quatro horas e a deixou gravemente ferida. “Achei que ele iria me matar”, contou numa conferência virtual à corte (via Variety).

No trailer do documentário, também conhecemos Courtney Vucekovich, que também se relacionou com Armie Hammer. Para a corte, em 2021 (via Vanity Fair), ela conta que foi pressionada pelo ator para ser a “vítima” dele num cenário de dominação fetichista. Os dois ficaram juntos por três meses e a relação a fez procurar tratamento pós-traumático. Na época em que os relatos vieram a público, vários prints foram divulgados pela internet com conversas do ator com mulheres em que ele revelava ter fantasias sexuais violentas. Veremos em “House of Hammer” até áudios com a voz do ator comprovando os relatos.

Canibalismo?? Sim.

As denúncias que expuseram os comportamentos de Armie Hammer confundiram muita gente no começo por conter algo que parecia ser inacreditável: tendências canibalistas. Quem passava pelo assunto de relance poderia achar que era brincadeira um meme, mas se tratavam de prints em que o ator mandava mensagens por DM sobre vontades sexuais que incluíam canibalismo.

Courtney Vucekovich contou ao PageSix que Armie Hammer dizia a ela que gostaria de fazer um churrasco dela e comê-la. As trocas de mensagens que vazaram pela internet continham mensagens como “E se eu quisesse cortar um dedo seu e guardar guardar no meu bolso para eu sempre ter um pedaço seu?” (via Dailymail)

Afastamento de Armie Hammer em Hollywood

Após as diversas denúncias e o histórico familiar chegando ao conhecimento público, Armie Hammer perdeu diversos papéis em futuros projetos e está atualmente afastado da indústria. Entre as produções que cancelaram a participação do ator, estão os filmes “Shotgun Wedding” (com Jennifer Lopez) e “The Billion Dollar Spy”, além da série “The Offer”.

No final de 2021, segundo a People, Armie Hammer foi internado para tratar vícios em droga, álcool e distúrbios sexuais. Em julho deste ano, o ator foi visto trabalhando como corretor imobiliário em Cayman Islands (via TMZ). Porém, dias depois, ele também foi visto de volta em Los Angeles.

“House of Hammer” entrará em mais detalhes sobre todo o caso, com relatos inéditos. A série documental ja está disponível no discovery+. Verifique a classificação indicativa.

*Conteúdo oferecido por Discovery+

Comentários

Topo