Menu Papel POP
Foto: Divulgação

Ministério Público da Espanha pede 8 anos de prisão para Shakira por fraude fiscal, diz jornal

A Promotoria espanhola pediu nesta sexta-feira (29) uma pena que excede os 8 anos de prisão para a cantora Shakira (via El País) que, desde 2021, é acusada de cometer fraudes fiscais. Um dia antes, ela recusou um acordo com o Ministério Público e confirmou sua intenção de que pretende ir a julgamento.

A mesma publicação também afirma que a Fiscalía pede, paralela à condenação, uma multa de 23 milhões de euros (aproximadamente R$ 122 milhões).

Nem os advogados da artista, nem a acusação se manifestaram até o momento.

Na última quarta-feira (27), Shakira fez seu primeiro pronunciamento a respeito do caso. Por meio de nota, ela disse que o que ocorre é “uma total violação de seus direitos” e que “a Promotoria vinha insistindo em recolher o dinheiro obtido com suas turnês mundiais e o The Voice”. Ela foi jurada do programa norte-americano por duas temporadas, entre 2013 e 2014.

Shakira também afirmou que pagou os US$ 17,4 milhões reivindicados pelo tesouro espanhol e reforçou a tese de que não viveu na Espanha durante o período pré-estipulado para o pagamento integral de dívidas.

Os advogados alegam que a maior parte dos rendimentos vem de turnês mundiais e que durante esse período, Shakira não permaneceu por mais de 6 meses – tempo mínimo para que uma pessoa considere o país como residência fiscal.

A defesa, em contrapartida, afirma que ela manteve sua casa nas Bahamas até 2015, cerca de quatro anos após o início de sua relação com o jogador Gerard Piqué, pai de seus dois filhos. Em junho deste ano, eles anunciaram o divórcio.

 

Comentários

Topo