Menu Papel POP

Madonna relembra dias que teve coronavírus e esclarece boatos de que teria furado quarentena

MAIS SOBRE:

Após ter dito na última semana em seu diário de quarentena que adquiriu anticorpos contra o novo coronavírus, a rainha Madonna voltou a se pronunciar sobre o assunto. Em uma postagem feita no Instagram, ela comentou a doação de US$ 1 milhão de dólares feita à União Europeia, destinada a um fundo de combate à doença, e acusou parte da imprensa de ser “sensacionalista”.

O comentário vem após uma avalanche de críticas feitas por ela ter sido flagrada em uma festa de aniversário no último dia 2 de maio, em Nova York. Sob a suspeita de ter quebrado o isolamento social, fãs e revistas de todo o mundo a acusaram de irresponsabilidade.

Os Estados Unidos tem neste momento a maior taxa de mortalidade do vírus em nível mundial e de acordo com previsões das autoridades, podendo chegar a registrar nas próximas semanas uma média de 3 mil óbitos por dia, caso a curva da doença não diminua.

Madonna se disse grata por estar entre os que podem investir grandes quantias no desenvolvimento da vacina, que visa imunizar a população mundial contra a pandemia, e revelou detalhes de quando ficou doente. Segundo ela, o coronavírus se manifestou em seu corpo como um forte resfriado quando estava em Paris realizando a última etapa de shows da “Madame X Theatre Tour”.

Parte de sua equipe também se sentiu mal.

“Fico grata por ser parte dos apoiadores da pesquisa para encontrar a cura da Covid-19. E só pra esclarecer as coisas para todas as pessoas que preferem acreditar em chamadas sensacionalistas do que fazer suas próprias pesquisas a respeito da natureza deste vírus: eu não estou doente atualmente. Quando você testa positivo para os anti-corpos do coronavírus isso significa que você TEVE o vírus, tal qual eu tive. Claramente estava doente no fim da minha turnê em Paris, há mais de 7 semanas, assim como vários outros artistas no meu show. Mas ao mesmo tempo todos nós pensamos que era uma gripe forte. Obrigada a Deus que estamos todos saudáveis e bem agora. Espero que as coisas tenham ficado claras para os traidores. Conhecimento é poder.”

Entenda o caso

No último dia 3 de março o renomado fotógrafo Steven Klein, antigo colaborador da artista, deu uma festa íntima e presencial de aniversário em seu apartamento no Hamptons, a cerca de 160 km de Nova York. Madonna estava entre as convidadas e foi duramente criticada visto que na ocasião havia um grande número de convidados. Até mesmo duas dançarinas burlescas foram contratadas para animar o espaço.

Questionado, Klein alegou que ele e a amiga estavam em quarentena juntos. Dias antes a cantora disse que teria contraído a doença no passado, mas de forma assintomática ou leve – o que não significa que ela esteja imune à Covid-19.

Existe ainda, de acordo com especialistas, um grupo de pacientes, ainda que limitado, capaz de apresentar reinfecção. A Organização Mundial da Saúde, que acompanha de perto os estudos sobre a doença, tem sido cautelosa ao afirmar que a proporção de pessoas que desenvolvem mecanismos de defesa contra o vírus é baixa.

Comentários

Topo