Menu Papel POP

Emilia Clarke dá sua opinião sobre série derivada de “Game of Thrones”

*ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS*

“Game of Thrones” acabou neste último domingo (19) e está dividindo as opiniões dos fãs.

Em entrevista ao The New Yorker, Emilia Clarke (a nossa eterna Daenerys Targaryen), comentou sobre seu medo de Beyoncé não gostar mais de sua personagem (fofa!) e também sobre a reviravolta de Dany e o spin-off da série que chega nos próximos anos.

“Eu acho que deveriam deixar parado por um minuto, antes de entrar em algo tão rápido. Acho que seria adorável deixar isso descansar um pouco, antes de fazer uma nova série. Mas, será algo completamente diferente, não será Game of Thrones. Não será chamado de Game of Thrones. Será inspirado nos personagens, uma série fantástica, em um tempo similar”.

Sobre a série derivada, continuou:

“Eu não posso falar porque não conheço o roteiro. Mas eu gostaria apenas de um pouco mais de tempo entre ‘Game of Thrones’  antes que alguma outra coisa apareça. Por que já não está todo mundo com os olhos em ‘Game of Thrones’? . . . Eu tenho em mente que, ‘Deixe a festa enquanto ela acontece’, porque assim você sai com boas memórias. Estamos falando com alguém que viveu uma personagem por dez anos e que pensa, ‘Que história ainda há para contar?”

Vale lembrar que o spin-off já está em desenvolvimento, será um prequel (prelúdio) e deve se chamar “The Long Night”. Naomi Watts é uma das confirmadas no elenco. E os showrunners de GoT não estarão no mesmo cargo nos derivados, ou seja, se você ficou traumatizada (o) com David Bebioff e D. B. Weiss ainda há esperanças! Haha

Então, Emilia comentou que não estava sabendo da petição que os fãs lançaram para a HBO refazer a 8a temporada de GoT. E, caso se o pedido dos fãs fosse ouvido, ela contou o que gostaria de ver:

“Bem, eu só posso falar da minha própria personagem e com as pessoas com quem eu interajo no programa. Mas eu adoraria mais algumas cenas comigo e Missandei. Eu adoraria mais algumas cenas comigo e Cersei. Eu adoraria mais cenas entre Grey Worm e Missandei. Mas eu não estou em posição de criticar os gênios que escreveram as oito temporadas de coisas maravilhosas.”

Sobre o arco de Dany, ela revelou:

“Eu não tinha ideia do que esperar para esta última temporada. Eu esperava por coisas interessantes para me aprofundar, como sempre faço em cada temporada, mas eu não esperava por isso. Ao longo do show, houve momentos gloriosos de Daenerys assumindo um papel muito forte em uma batalha ou em uma decisão a ser tomada. Houve esses momentos maravilhosos em que ela assume o controle e é realmente libertador e bonito. Ela liberta as pessoas, mata os malvados e isso é bom.

 

Lembro-me dos rapazes – nossos escritores e roteiristas – me dizendo que o arco de Daenerys é o de ‘Lawrence da Arábia’. Eu assisti ‘Lawrence da Arábia’ e fiquei tipo ‘Ótimo, legal. Ele é brilhante. Ele sobreviveu e é maravilhoso.’ Mas então você lembra como o filme acabou, com a desintegração de Lawrence. Eu não coloquei essas duas coisas juntas. Ou talvez eu não quisesse ver isso porque me importo muito com Daenerys.”

Na Batalha do Porto Real, Daenerys coloca fogo na cidade inteira, matando milhares de inocentes. Já no episódio final, Jon Snow a mata e seu dragão, Drogo, a leva embora. Bem triste, viu?!

E aí, vocês vão assistir as séries derivadas de GoT?

Comentários

Topo