Menu Papel POP
Foto: Divulgação

“RENAISSANCE”: álbum de Beyoncé quase ficou de fora da submissão em categorias dance do Grammy 2023

Quem ouviu o disco “RENAISSANCE”, de Beyoncé, sabe que o projeto traz uma série de elementos e referências que engoloba diferentes ritmos e estéticas. Essa profusão criativa deu uma volta na cabeça dos membros dirigentes da Academia de Gravação ao definir em quais categorias o material se encaixaria melhor e, portanto, estaria apto a concorrer no Grammy de 2023.

A artista, de acordo com a revista The Hollywood Reporter, teria submetido o projeto inicialmente às categorias de Melhor Disco de Dance/Eletrônico – ainda que este tenha grande influência do R&B, do soul, da disco music, do hip hop e do trap.

No entanto, o comitê avaliou que esta talvez não fosse a escolha mais feliz, já que para eles o projeto se encaixaria melhor nas categorias de pop – onde também foram submetidos trabalhos de Adele, Harry Styles e Lizzo.

Um grupo de especialistas foi convocado para ouvir o LP, entre compositores, produtores, musicólogos, até chegar à conclusão de que, de fato, ele deveria estar no páreo das categorias de dance/eletrônico, como a artista sugeriu. Caso ela seja indicada nos próximos meses, esta será a primeira vez concorrendo pelo gênero – além de manter o posto de artista que mais vezes venceu a honraria em toda sua história.

No fim de semana, Beyoncé e a família Carter organizaram um evento de luxo em Los Angeles para angariar fundos para organizações culturais. A cereja do bolo foi o leilão dos primeiros ingressos da turnê de RENAISSANCE”, que deve sair pelo mundo a partir de meados do ano que vem.

As indicações ao Grammy 2023 devem ser feitas no próximo dia 15 de novembro. Já a cerimônia de entrega dos prêmios ocorre em 5 de fevereiro do ano que vem.

Comentários

Topo