Menu Papel POP
Fotos: Divulgação

Latin Grammy 2022: Rosalía, Christina Aguilera e Bad Bunny estão entre os indicados; veja a lista completa!

Foi dada a largada! A cerimônia de entrega do 23º Latin Grammy acontece no próximo dia 17 de novembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Entre os indicados, revelados nesta terça-feira (20), nomes bastante conhecidos do público brasileiro.

Lá fora, quem brilhou confirmando todas as predições foi a catalã Rosalía, indicada ao troféu de Álbum do Ano pelo LP “MOTOMAMI”. Ela também aparece em outras categorias principais, entre elas Canção e Gravação do Ano, em que concorre com as faixas “HENTAI” e “La Fama”, respectivamente.

A norte-americana Christina Aguilera também fez valer suas raízes equatorianas com o álbum autointitulado que lançou mais cedo em 2022. Desta vez, a artista repete a dose de sucesso do primeiro projeto no idioma, lançado ainda nos anos 2000, e crava seu nome entre as nomeações dos três mais importantes prêmios da noite.

Da América Latina, grandes compositores como Jorge Drexler (Uruguai), Bad Bunny (Porto Rico) e o grupo Bomba Estéreo (Colômbia) é quem conquistaram maior destaque.

No total, foram contabilizadas 18 mil inscrições, das quais 300 foram selecionadas pelos mais de 400 membros votantes da Academia Latina de Gravação. E o Brasil, como foi? Anitta, Ludmilla, Criolo, Liniker e Bala Desejo foram alguns dos artistas nacionais que mais brilharam.

Abaixo, a lista completa com as principais indicações gerais!

Álbum do ano

“AGUILERA”, Christina Aguilera
“PA’LLA VOY”, Marc Anthony
“UN VERANO SIN TI”, Bad Bunny
“DEJA”, Bomba Estéreo
“TINTA Y TIEMPO”, Jorge Drexler
“YA NO SOMOS LOS MISMOS
“VIAJANTE”, Fonseca
“MOTOMAMI”, Rosalía
“SANZ”, Alejandro Sanz
“DHARMA”, Sebastián Yatra

Canção do ano

“A VECES BIEN Y A VECES MAL”, Ricky Martin e Reik
“AGUA”, Daddy Yankee, Rauw Alejandro e Nile Rodgers
“ALGO ES MEJOR”, Mon Laferte
“BALONCITO VIEJO”, Carlos Vives e Camilo
“BESOS EN LA FRENTE”, Fonseca
“ENCONTRARME”, Carla Morrison
“HENTAI”, Rosalía
“INDIGO”, Camilo e Evaluna Montaner
“PA’ MIS MUCHACHAS”, Christina Aguilera, Nicki Nicole, Becky G e Nathy Peluso
“PROVENZA”, Karol G
“TACONES ROJOS”, Sebastián Yatra
“TOCARTE”, Jorge Drexler e C. Tangana

Gravação do ano

“PA’ MIS MUCHACHAS”, Christina Aguilera, Becky G, Nicki Nicole, Nathy Peluso
“CASTILLOS DE ARENA”, Pablo Alborán
“ENVOLVER”, Anitta
“PA LLA VOY”, Marc Anthony
“OJITOS LINDOS”, Bad Bunny e Bomba Estéreo
“PEGAO”, Camilo
“TOCARTE”, Jorge Drexler e C. Tangana
“PROVENZA”, Karol G
“VALE LA PENA”, Juan Luis Guerra
“LA FAMA”, Rosalía e The Weeknd
“TE FELICITO, Shakira e Rauw Alejandro
“BALONCITO VIEJO”, Carlos Vives e Camilo

Melhor álbum de cantor e compositor

“MALVADISCO”, Caloncho
“TINTA Y TIEMPO”, Jorge Drexler
“AGENDAS VENCIDAS”, El David Aguilar
“MARCHITA”, Silvana Estrada
“EN LO QUE LLEGA LA PRIMAVERA”, Alex Ferreira
“EL VIAJE”, Pedro Guerra

Melhor álbum de salsa

“SERÁ QUE SE ACABÓ”, Alexander Abreu e Havana D’Primera
“PA’LLA VOY”, Marc Anthony
“LUIS FIGUEROA”, Luis Figueroa
“Y TE LO DICE…”, Luisito Ayala e La Puerto Rican Power
“LADO A LADO B”, Víctor Manuelle

Melhor interpretação de reguetón

“DESPERADOS”, Rauw Alejandro, Chenco Corleone
ENVOLVER”, Anitta
“YONAGUINI”, Bad Bunny
“Nicky Jam: Bzrp Music Sessions, Vol. 41”, Nicky Jam e BZRP
“LO SIENTO BB :/”, Tainy, Bad Bunny e Julieta Venegas

Melhor canção de língua portuguesa

“BABY 95”, Liniker
“IDIOTA”, Jão
“ME CORTE NA BOCA DO CÉU, A MORTE NÃO PEDE PERDÃO”, Criolo, Tropkllaz e Milton Nascimento
“MEU COCO”, Caetano Veloso
“POR SUPUESTO”, Marina Sena
“VENTO SARDO”, Marisa Monte e Jorge Drexler

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa

“SIM SIM SIM”, Bala Desejo
“PRA GENTE ACORDAR”, Gilsons
“PIRATA”, Jão
“DE PRIMEIRA”, Marina Sena
“DOCE 22”, Luísa Sonza

Melhor álbum de música sertaneja

“LEGADO”, Chitãozinho & Xororó
“AGROPOC”, Gabeu
“EXPECTATIVAS X REALIDADE”, Matheus & Kauan
“PATROAS 35%”, Marília Mendonça, Maiara e Maraísa
“NATURAL”, Lauana Prado

Melhor álbum de rock alternativo de língua portuguesa

“QVVJFA?”, Baco Exu do Blues
“O FUTURO PERTENCE À… JOVEM GUARDA”, Erasmo Carlos
“SOBRE VIVER”, Criolo
“MEMÓRIAS (DE ONDE EU NUNCA FUI)”, Lagum
“DELTA ESTÁCIO BLUES”, Juçara Marçal

Melhor álbum de samba/pagode

“BONS VENTOS”, Nego Alvaro
“MISTURA HOMOGENIA”, Martinho da Vila
“DESENGAIOLA”, Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Pedro Miranda, Moyseis Marques
“NUMANICE #2”, Ludmilla
“CÉU LILÁS”, Péricles

Melhor canção urbana

“DESESPERADOS”, Rauw Alejandro
“LO SIENTO BB:/”, Tainy, Bad Bunny e Julieta Venegas
“MAMIII”, Becky G e Karol G
“OJOS ROJOS”, Nicki Jam

Melhor fusão/interpretação urbana

“PA’ MIS MUCHACHAS”, Christina Aguilera, Nicki Nicole, Becky G e Nathy Peluso
“SANTO”, Christina Aguilera e Ozuna
“VOLVI”, Bad Bunny
“TI TI ME PREGUNTÓ”, Bad Bunny
THIS IS NOT AMERICA”, Residente, Ibeyi

Melhor álbum de música urbana

“RESPIRA”, Akapella
“TRAP CAKE VOL. 2”, RAUW ALEJANDRO
“LOS FAVORITOS 2.5”, Austin Santos
“UN VERANO SIN TI”, Bad Bunny
“ANIMAL”, María Becerra

Melhor vídeoclipe versão estendida

“BAILAORA MIS PIES SON MI VOZ”, Siudy Garrido
“HASTA LA RAÍZ: EL DOCUMENTAL”, Natalia Lafourcade
“MOTOMAMI: Tiktok live performance”, Rosalía
“ROMEO SANTOS: King of Bachata”, Romeo Santos
“MATRIA”, Vetusta Morla

Melhor arranjo

“LLÉVATELÁ”, Armando Manzanero, Eje Ejecutantes de México
“SON DE LA LOMA”, Dani Barón
“ADORO”, Alondra de la Parra, Buika
“CUCURRUCUCÚ PALOMA”, Alondra de la Parra
“EL PLAN MAESTRO”, Jorge Drexler e Rubén Blades

Produtor do ano

Edgar Barrera
Eduardo Cabra
Nico Cotton
Julio Reyes Copello
Tainy

Artista revelação

Angela Alvarez
Sofía Campos
Cande y Paulo
Clarissa
Silvana Estrada
Pol Granch
Nabález
Tiare
Vale
Yahritza y su Esencia
Nicole Zignago

Melhor álbum vocal pop tradicional

“AGUILERA”, Christina Aguilera
“VIAJANTE”, Fonseca
“FILARMONICO, 20 ANOS, Márta Gomez
“LA VIDA”, Kurt
“FRECUENCIA”, Sin Bandera

Melhor álbum vocal pop

“YA NO SOMOS LOS MISMOS”, Elsa y el Mar
“EL AMOR QUE MERECEMOS”, Kany García
“CLICHÉS”, Jesse y Joy
“EL RENACIMIENTO”, Carla Morrison
“DHARMA” Sebastián Yatra

Melhor canção pop

“BALONCITO VIEJO”, Camilo e Carlos Vives
“BESOS EN LA FRENTE”, Fonseca
“INDIGO”, Camilo e Evaluna Montaner
“LA GUERRILLA DE LA CONCORDIA”, Jorge Drexler
“TACONES ROJOS”, Sebastián Yatra

Comentários

Topo