Menu Papel POP
O diretor foi ferido pela arma cenográfica disparada por Alec Baldwin (Reprodução)

Diretor Joel Souza fala sobre tragédia no set de filmagens de “Rust”

Joel Souza, diretor ferido durante o acidente com a arma cenográfica disparada por Alec Baldwin no set de filmagens de “Rust”, se pronunciou pela primeira vez neste sábado (23). Ele emitiu um comunicado ao Deadline sobre tragédia que tirou a vida da diretora de fotografia do filme, Halyna Hutchins.

“Estou devastado pela perda da minha amiga e colega, Halyna. Ela era gentil, vibrante, incrivelmente talentosa, lutou muito e sempre me incentivou a ser melhor”, lamentou Souza no texto.

Ele continuou dizendo: “Meus sentimentos estão com a família dela neste momento tão difícil. Estou grato pela demonstração de afeto que recebemos da nossa comunidade de cineastas, do povo de Santa Fe e das centenas de desconhecidos… Isso com certeza vai ajudar na minha recuperação”.

Ao ser atingido no ombro pela arma carregada com festim, o diretor precisou ser levado às pressas ao centro médico Christius St. Vincent, nos Estado Unidos. Ele recebeu alta do hospital na sexta-feira (22), um dia após o ocorrido, depois de ser submetido a tratamento para seus ferimentos.

Hutchins também foi socorrida e levada de helicóptero para o hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu. De acordo com o jornal Santa Fe New Mexican, Baldwin foi visto chorando logo após o acidente e está cooperando com a investigação policial. Por ora, nenhuma acusação foi registrada.

“Não há palavras capazes de expressar meu choque e tristeza com o trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, uma esposa, mãe e profissional profundamente admirada por nós”, escreveu o ator no Twitter. “Estou cooperando totalmente com a investigação para entender como esta tragédia ocorreu”.

Comentários

Topo