Menu Papel POP
Estreia mais recente da artista é remix com Elton John (Foto: Divulgação)

Rina Sawayama brilha em capa da Billboard no mês do orgulho queer

Assim que lançou seu álbum de estreia, autointulado, a cantora nipo-britânica Rina Sawayama se transformou em um ícone queer. No mês de junho, data em que se celebra o orgulho LGBTQIA+, a artista foi o nome escolhido para estrelar a capa da revista Billboard, publicação de música mais importante no mundo hoje.

Estrela de um ensaio fotográfico deslumbrante, pelas lentes de Zoe McConnell, Sawayama foi descrita como dona de um “obliterante som e letras emocionantes sobre identidade” – razões pelas quais se converteu, rapidamente, em uma das vozes mais tocantes do pop.

Ainda sobre o tópico identidade, a revista destaca as contribuições da voz de “XS” para a comunidade já que foi ela a grande responsável por mudanças efetivas nas regras de elegibilidade do Mercury Prize e do BRIT Awards, em fevereiro deste ano.

“Sawayama ainda não produziu nenhum grande sucesso”, diz um dos trechos, referindo-se ao seu desempenho nas paradas musicais. “Mas sua música a transformou em uma artista rara, igualmente adorada por criadores do underground como Elton John e Lady Gaga, que apresentará a colega em seu próximo álbum de remixes, feito com canções de ‘Chromatica'”.

A cantora, que falou com a reportagem de Londres, onde mora, também foi a fundo em suas criações, revelando um desejo constante de mostrar aos fãs o que há por trás de seu intenso processo.

“Mostrar o que faço pode ser muito emocionante para pessoas que, como eu, não tinham ideia de como fazer isso”, diz. “Aprendi muito sendo independente, mas realmente gostaria de saber tanto antes. Isso teria me poupado muito tempo”.

A entrevista completa, em inglês, pode ser lida clicando aqui.

Comentários

Topo