Menu Papel POP

“Só comecei a escutar homens aos 16 anos”: cinco curiosidades para conhecer Ashnikko

MAIS SOBRE:

Se tem uma artista que está em nossa listinha de nomes para ficar de olho em 2021, essa se chama Ashnikko. A americana se destaca mais e mais conforme novos trabalhos vão surgindo, principalmente por emplacar “Daisy”, “Slumber Party”, “STUPID” e várias outras músicas no Tiktok. No começo do ano, ela lançou a mixtape de estreia “Demidevil” e não deve parar tão cedo.

Para fazer você conhece-la melhor, listamos aqui algumas curiosidades super interessantes sobre Ashnikko! Muitas delas explicam totalmente a energia das músicas que ela faz, mostrando que vários ideias que ela transmite vêm desde a adolescência. Uma dica: que tal ler essa matéria já escutando “Demidevil”?

Ashnikko compôs “Boss Bitch” da Doja Cat!

“Boss Bitch” foi uma explosão na carreira de Doja Cat e faz parte da trilha sonora do filme “Aves de Rapina”. A música foi sucesso no Tiktok e, para ser ainda mais específico, foi trilha de centenas de fancams (edições de vídeo para enaltecer artistas).

Poucos sabem que a música tem dedinho de Ashnikko! A cantora é uma das compositoras da faixa, junto com a própria Doja Cat, Sky Adams e Imad Royal. Em fevereiro de 2020, as duas anunciara uma turnê conjunta pelos EUA, mas né…não foi possível ver muitos shows no ano passado.

Ela escrevia poemas aos dez anos e começou a fazer rap com 15

Em diversas entrevistas, Ashnikko conta que sempre soube que queria ser uma artista. Ela juntava familiares para ver apresentações, se inscrevia em musicais e começou a compor desde muito cedo. Quando criança, a arte veio através de poemas:

“Eu sempre escrevi, comecei a fazer poesia porque eu gostava muito disso desde os 10 anos. Então eu estava sempre escrevendo poemas, então comecei a fazer rap com, tipo, 15? Quando eu tinha 18 anos, eu queria tentar cantar. Agora prefiro cantar. Eu gosto de um pouco de melodia. Eu realmente gosto de compor – eu gosto de estrutura pop, isso realmente me move. Tento estruturar minhas novas canções dessa maneira”, disse ao Cool Accidents.

Ashnikko só começou a ouvir cantores homens depois dos 16 anos!! (em 2012)

Ouvindo “Demidevil”, fica clara a importância para Ashnikko de se posicionar como uma cantora poderosa e auto-suficiente. Pois saiba que a cantora teve uma adolescência em que esse posicionamento veio naturalmente! Em entrevista à BBC, ela conta que só começou a ouvir cantores homens depois dos 16 anos!

Na entrevista, ela diz quais foram as principais inspirações e são todas mulheres: Avril Lavigne, M.I.A., Nicki Minaj, Missy Elliott, Gwen Stefani, Bjork, Dolly Parton e Lil Kim.
“Não escutei nenhum homem até meus 16 anos. Eu estaria no céu se eu pudesse ver todas elas ao vivo”

Atualmente em Londres, Ashnikko é americana que já viveu em vários países

A cantora realmente viveu o drama da estrangeira solitária durante a adolescência, viu? Sente o drama: ela nasceu na Carolina do Norte, nos EUA. Quando adolescente, ela teve que se mudar para a Estônia por conta dos estudos do pai e logo depois foi para Riga na Letônia. Só aos 18 anos que Ashnikko se mudou para Londres e lá está até hoje.

“Todo o processo foi muito isolador. A música era um espaço seguro para mim em meio a toda essa merda. […] Morar no exterior me deu a angústia e a motivação para começar a fazer rap e a escrever, e Londres me ensinou como ser uma artista”, disse em entrevista

Ela é muito, mas muitooo gamer!

Veja qualquer clipe de Ashnikko e você vai se sentir dentro de um videogame. Inclusive, vários trabalhos dela são animados e 3D justamente por isso! A cantora é muito gamer e deixa isso claro na construção de imagem dela. Isso engloba inspirações em jogos de luta, ação, RPG e por aí vai. Olha só esse exemplo que parece uma tela de seleção de personagem de Street Fighter:

Para a Dazed, ela conta que gosta de jogos pós-apocalípticos e ainda inclui “Horizon Zero Dawn” e “Last of Us” na lista de games favoritos.Anteriormente, ela também já confessou que gosta de “Final Fantasy”. Que maravilhosa!

Veja abaixo “Deal With It”, o clipe mais recente da artista, e confira mais clipes em nosso especial!

Comentários

Topo