Menu Papel POP

“I May Destroy You”, “Lovecraft Country”, “Bridgerton”… os grandes esnobados do Golden Globes 2021

A lista de indicados para o Golden Globes 2021 foi divulgada na manhã de hoje (03), em cerimônia comandada por Sarah Jessica Parker e Taraji P. Henson. Enquanto alguns foram exaltados pela premiação, outros acabaram indo na direção oposta e foram completamente esquecidos no churrasco. Vamos relembrar nomes e produções?

Michaela Coel em "I May Destroy You" (Foto: Reprodução / Youtube)

(Foto: Reprodução / Youtube)

“I May Destroy You”

A minissérie foi merecidamente aclamada pelos críticos, que não hesitaram em colocá-la nas listas de melhores de 2020. A produção reconta a história do estupro sofrido por Michaela Coel, a incrível criadora e estrela de “I May Destroy You“. Aparentemente, o Golden Globes não achou tão impressionante e deixou de fora da lista de indicados. Ué?

Elenco de Bridgerton (Foto: Liam Daniel / Netflix / Divulgação)

(Foto: Liam Daniel / Netflix / Divulgação)

“Bridgerton”

Apesar de ter conquistado elogios da crítica especializada e do público em geral, o romance de época também foi esnobado pela premiação. Até mesmo o “papa” do jornalismo cultural, o The New York Times, comentou o quanto o buzz, o apelo sexual e o poder de Shonda Rhimes faziam de “Bridgerton” uma escolha típica para Golden Globes. Bom, não veio aí. Fica para a próxima temporada, quem sabe…

Lovecraft Country (Foto: HBO / Divulgação)

(Foto: HBO / Divulgação)

“Lovecraft Country”

Aos olhos da premiação, “Lovecraft Country” foi boa o suficiente para receber uma indicação à categoria de Melhor Série de Drama. Mas nenhuma estrela da série, nenhuma performance foi merecedora de uma nomeação.

"Destacamento Blood" (Foto: David Lee/ Netflix / Divulgação)

(Foto: David Lee/ Netflix / Divulgação)

“Destacamento Blood”

O thriller de guerra de Spike Lee também foi completamente ignorado pela premiação. Nem o filme, nem o diretor, nem a atuação do saudoso Chadwick Boseman tiveram o reconhecimento do Golden Globes. E olha que os filhos de Spike são os embaixadores da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, a entidade responsável pela realização do Golden Globes… Vai entender.

Paul Raci em "Sound of Metal" (Foto: Tandem Films / Divulgação)

(Foto: Tandem Films / Divulgação)

Paul Raci, por “Sound of Metal”

Nossa, o que rolou aqui? O drama estrelado por Riz Ahmed, “Sound of Metal“, seguiu a linha de “I May Destroy You” e entrou em diversas listas de favoritos do ano. O próprio ator está sendo cogitado na corrida pelos prêmios de Melhor Ator… Mas o veterano Paul Raci também ganhou destaque pela crítica e tinha tudo para concorrer a Melhor Ator Coadjuvante. Cadê?

Yoon Yeo-jeong em "Minari" (Reprodução / Youtube)

(Foto: Reprodução / Youtube)

Yuh-Jung Youn, por “Minari”

Minari” pode ter levado uma indicação a Melhor Filme Internacional, mas certamente merecia mais. Para início de conversa, o filme foi produzido nos Estados Unidos, o que poderia ter lhe garantido uma indicação ao troféu de Melhor Filme de Drama. Mas mais do que isso: Yuh-Jung Youn brilhou muito ao interpretar a doce e irreverente avó que “não parecia uma avó”. A atriz, assim como o elenco inteiro do filme, foi deixado de fora da premiação.

Meryl Streep em "A Festa de Formatura" (Foto: Reprodução / Youtube)

(Foto: Reprodução / Youtube)

Meryl Streep, por “A Festa de Formatura” e “Let Them All Talk”

Nem Meryl Streep se salvou. Queridinha das premiações, a musa de Hollywood foi ignorada duas vezes pelo Golden Globes deste ano. Em 2020, ela estrelou dois filmes elegíveis: “A Festa de Formatura” e “Let Them All Talk”. Não são grandes produções como um todo, mas a ausência de indicações, visto seu comprometimento e desempenho nas narrativas, causa até uma estranheza, né?

ERRAMOS (Atualizado às 18h08): a princípio tínhamos listado Zendaya como uma das atrizes esnobadas, usando sua participação em “Euphoria” como destaque. Entretanto, a série estava fora da janela de indicação ao prêmio. Em 2021, ela só poderia concorrer a um dos troféus por sua atuação em “Malcolm and Marie”, filme que será lançado pela Netflix. A situação, no entanto, teria poucas chances de acontecer levando em consideração termos técnicos. Pedimos desculpas pelo equívoco! :(

Comentários

Topo