Menu Papel POP
Hailie Sahar como Lulu, na série "Pose" (Reprodução)

Hailie Sahar, estrela de “Pose”, será protagonista de drama biográfico sobre ativista LGBTQ+

A estrela de “Pose” Hailie Sahar e o diretor de “Genius: Aretha“, Anthony Hemingway, se uniram para contar a história da ex-atriz e ativista LGBTQ+ Lady Java nos cinemas. A notícia foi divulgada nesta quinta-feira (12) pelo portal Deadline.

Sir Lady Java era uma presença frequente no circuito de discotecas de Los Angeles durante a década de 1960. Ela foi dançarina, cantora e atriz e, atualmente, é ativista pelos pelos direitos dos transgêneros. Ela se tornou tão popular que a polícia de Los Angeles começou a aplicar a chamada “Regra Número Nove” contra ela, que proibia as pessoas de usar roupas do “sexo oposto”.

Ela se juntou à União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU) para lutar contra a lei, argumentando que era inconstitucional e a impedia de ganhar dinheiro. Embora o caso tenha sido arquivado, ela recebeu muita atenção da mídia e trouxe visibilidade trans para a comunidade e se tornou um ícone do movimento.

Em um vídeo divulgado pelo portal, Java comenta a importância do filme:

“Eu acho que é necessário contar [esta história], porque muitos dos meus irmãos e irmãs foram mortos na minha época. Então, eu não me importo com quem não gostar, eu vou contá-la.”

Hailie Sahar ficou conhecida por interpretar Lulu na série “Pose”, da Netflix. O filme marcará o primeiro papel dela como protagonista. Ela também irá produzir a obra ao lado de Hemingway.

Ainda não há mais detalhes sobre o filme ou a estreia. Você pode conferir a entrevista completa com Sir Lady Java (em inglês) abaixo:

Comentários

Topo