Menu Papel POP
A apresentadora Ellen em estúdio de gravação (Foto: Reprodução)

Ex-funcionários opinam sobre o pedido de desculpas de Ellen DeGeneres

Após relatos de ex-funcionários sobre o ambiente abusivo do talk show da comediante Ellen DeGeneres, a apresentadora fez o primeiro monólogo envolvendo a polêmica, que foi ao ar nesta segunda-feira (21), após meses em silêncio.

No discurso, publicado aqui, a artista havia dito: “Como você deve ter ouvido, neste verão houve alegações de um ambiente de trabalho tóxico em nosso programa e, em seguida, houve uma investigação. Fiquei sabendo de coisas que aconteceram aqui que nunca deveriam ter acontecido. Eu levo isso muito a sério e quero dizer que sinto muito pelas pessoas que foram afetadas.”

Agora, em nova entrevista ao Buzzfeed News, ex-funcionários se mostraram insatisfeitos com a forma que a comediante brincou no início da fala, levando em conta que o programa foi acusado de manter um ambiente hostil com posturas de assédio moral, sexual e racismo.

“Ellen não apenas transformou meu trauma, transformou nossos traumas em uma piada, ela de alguma forma conseguiu fazer isso se tornar sobre ela”, disse uma fonte que não se identificou.

“Quando ela disse, ‘Ah, meu verão foi ótimo’ e isso era para ser engraçado, eu pensei: ‘É engraçado que você teve um verão difícil porque todo mundo estava reclamando de todas as alegações de seu ambiente de trabalho tóxico e agora é você quem está sofrendo?’”, apontou outro ex-funcionário.

Um trabalhador do programa questionou que o pedido de desculpas veio na estreia da 18ª temporada para aumentar a audiência:

“É sempre tático. A pessoa comum vai ouvir e fazer suas próprias escolhas, mas o que as pessoas nem sempre levam em consideração é que informação é poder e ela está compartilhando agora porque é a semana de estreia e é para trazer os espectadores de volta e isso apenas parece o oposto do que essa mensagem quis passar.”

“Quando você está falando sobre pessoas que acusaram sua liderança com acusações graves como má conduta sexual, não acho apropriado ter piadas no monólogo”, refletiu um ex-funcionário.

Outra pessoa, entretanto, crê que foi positivo a mensagem ser veiculada no programa, mesmo ela acreditando no que foi falado ou não: “Sair de um ambiente onde nada é dito e todo mundo mantém a cabeça baixa para ser o assunto do primeiro episódio de estreia é incrível.”

Em uma parte do discurso, Ellen falou sobre sua “marca registrada” como a mulher que espalha gentileza ao mundo.  “Ser conhecida como a moça do ‘seja gentil’ é uma posição complicada de se estar. A verdade é que eu sou essa pessoa que você vê na TV. Eu também sou muitas outras coisas. Às vezes fico triste, fico brava, fico ansiosa, fico frustrada, fico impaciente.” Outro ex-empregado comentou sobre isso:

“Não lamento que ela esteja com um monte de problemas porque se autodenominou como a pessoa do ‘seja gentil’. Ela está agindo como se fosse algo que ela disse de passagem e que ficou com ela. Não é algo que ficou com ela, não é um acidente. Ela foi adiante com essa ideia e essa estratégia de marketing não era verdade nos bastidores.”

Ele continuou: “Não há nada de errado em ser a moça do ‘seja gentil’ se você realmente for fiel à sua palavra.”

Veja o discurso completo abaixo:

Comentários

Topo