Menu Papel POP

Halsey conta que foi atingida por bala de borracha durante protestos: “estou bem […] mas muitos não estão”

MAIS SOBRE:

George Floyd, homem negro de 46 anos, foi morto por um policial branco no último dia 25 de maio, em Minneapolis, EUA. Desde então, diversas pessoas se mobilizaram pelo caso e foram às ruas se manifestar, incluindo as celebridades.

Halsey, por sua vez, foi aos protestos neste fim de semana e fez uma série de publicações detalhando o que houve, incluindo o fato de ter sido atingida por uma bala de borracha.

A artista disse no Twitter que está bem, mas que muitas outras pessoas não tiveram tanta sorte:

“Eu não fui presa. Estou bem. Tive que levar para lugares seguros (…). Eu e mais outros dos meus colegas foram baleados + gaseados e antagonizados. A linha de frente estava calma e não provocou. Mas muitos de não estão seguros e estão em custódia.”

“[A polícia] disparou balas de borracha contra nós. Nós não violamos a linha. As mãos estavam levantadas. Imóvel. E eles gasearam e atiraram ”, postou Halsey com fotos da manifestação.

A cantora de “Manic” acrescentou: “Isso me atingiu através de camadas de tecido e, por isso, sou extremamente privilegiada. De perto, causaria ferimentos graves”.

Yungblud, que estava com Halsey na passeata, elogiou a companheira:

“Eu preciso dizer, Halsey, você foi incrível hoje. Você agiu sem medo e sem egoísmo. Você foi tão corajosa e inspiradora. Quando pessoas inocentes foram feridas ilegalmente, você estava lá com um kit médico enfaixando-as. Você não pensou em si mesma por um momento. Tenho orgulho de te conhecer”.

A cantora também elogiou a contribuição de Yungblud nos protestos, “que literalmente correu exposto na frente sendo baleado para arrastar pessoas feridas sem sequer pensar duas vezes”.

Como dito aqui, diversos outros artistas participarem, como Michael B. Jordan, Tessa Thompson, Ariana Grande e Timothée Chalamet.

Para ajudar a libertar os manifestantes que foram detidos durante a onda de protestos, os eles também estão fazendo doações para o Minnesota Freedom Fund. A organização fornece fundos para as pessoas que foram presas durante as manifestações e precisam pagar fiança. Entre os que já doaram, estão Janelle Monáe, Harry Styles, Steve Carrell e Kehlani.

Comentários

Topo