Menu Papel POP

James Gunn responde críticas de Scorsese sobre a Marvel: “Estou entristecido”

James Gunn trabalhou em alguns filmes da Marvel como na direção de “Guardiões da Galáxia” e como produtor-executivo em “Vingadores: Ultimato”.

Assim dito, o diretor ficou entristecido com as declarações feitas ontem (04) pelo cineasta aclamado Martin Scorsese, que disse que os filmes da Marvel não são cinema.

Gunn foi ao seu Twitter desabafar sobre o caso:

“Martin Scorsese é um dos meus 5 cineastas vivos favoritos. Fiquei indignado quando as pessoas julgaram “A Última Tentação de Cristo” sem ter visto o filme. Estou entristecido por ele estar agora julgando meus filmes da mesma maneira.”

Continuou: “De qualquer forma, eu sempre vou amar o Scorsese, e ser grato com sua contribuição para o cinema. Mal posso esperar para ver ‘O Irlandês'”

Vale ressaltar que “A Última Tentação de Cristo” enfrentou uma enorme crítica de conservadores religiosos quando foi lançada em 1988, e muita gente achou exagerada essa comparação, já que Martin fez uma simples crítica.

Então Gunn se explicou: “E não estou dizendo que o fanatismo religioso é o mesmo que não gostar dos meus filmes ou da mesma categoria. O que estou dizendo é que não gosto de pessoas julgando coisas sem realmente vê-las, seja um filme sobre Jesus ou um gênero.”

Scorsese não se pronunciou mais sobre o caso.

O novo filme de Martin, “O Irlandês”, chega no dia 27 de novembro na Netflix. Ele é uma adaptação cinematográfica do livro “I Heard You Paint Houses” (“Ouvi falar que você pinta casas”), de Charles Brandt.

Atualmente, James está dirigindo o novo “Esquadrão Suicida”, que deve chegar em 2021.

Comentários

Topo