Menu Papel POP

Billie Eilish é capa da Rolling Stone e fala sobre fama, saúde mental e mais

Billie Eilish é a capa do mês da Rolling Stone e ela revelou bastante coisa, como por exemplo, a primeira vez que ouviu Tyler, The Creator – que recentemente disse que gostaria de colaborar com ela -; como descobriu as músicas de Childish Gambino; seu amor pela série “The Office”; os males da fama; a saudade que sente dos amigos quando está em turnê e muito mais.

Bom, vamos começar dizendo que já é um marco sensacional para a carreira de Billie, com apenas 17 anos, ser capa da maior revista de música do mundo. Sobre a grande visibilidade que a artista está tendo, ela comentou:

“Eu amei ter atenção toda a minha vida, mas eu não acho que alguém saiba o que a fama realmente é. Porque se eu quisesse ser famosa – não era desse jeito.”

Mas ela também reconhece as vantagens de ter as oportunidades que tem:

“Eu tenho um trabalho incrível, cara. Eu realmente tenho. As coisas que consegui fazer na minha carreira foram inacreditáveis. Você acredita que isso é real? Eu gosto de fama. A fama é bem legal. Ir à qualquer lugar e ser olhada porque todo mundo sabe quem você é? Isso é louco! Então eu realmente não posso reclamar. Mas eu reclamo de qualquer maneira.”

Ainda sobre seu trabalho, ela comentou:

“Eu tenho um trabalho que não me permite surtar. Eu não posso ir chorar em algum lugar, não posso gritar e ficar brava. Eu tenho que trabalhar. ”

Ela tentou ver uma terapeuta algumas vezes no ano passado, parou e se forçou a ir de novo: “Eu só estava em um lugar tão ruim. Foi demais para mim. Estava muita coisa em cima de mim. Eu não quero conselhos, porque eu não vou aceitar de qualquer maneira. Eu só queria ser ouvida”.

A cantora de “bad guy” também revelou ter passado por uma fase de auto-agressão: “Eu passei por toda uma fase que me mutilava – nós não temos que entrar nisso. Mas a essência era que eu sentia que merecia sentir dor.”

E, na mesma época, sua carreira estava começando:

“É engraçado. Quando alguém pensa em Billie Eilish aos 14 anos, pensa em todas as coisas boas que aconteceram. Mas tudo o que posso pensar é o quão miserável eu estava. Quão completamente perturbada e confusa. Treze aos 16 anos foi bem duro. Eu não estou deprimido por um tempinho, o que é ótimo. Dezessete provavelmente foi o melhor ano da minha vida. Eu gostei de ter 17”.

Recentemente, o endereço de sua casa vazou na internet, e três fãs apareceram em um único dia, incluindo um cara mais velho. Por um tempo, eles tiveram um segurança dormindo em sua sala de estar. “Foi realmente traumatizante”, diz Eilish. “Eu não me sinto mais segura na minha casa, o que é uma droga. Eu adoro a minha casa.”

Billie odeia ficar longe de seus amigos por tanto tempo enquanto está em turnê porque se sente excluída. “É chato”, diz ela. Contudo, ela tenta incluí-los nas suas viagens. Ela fretou um ônibus extra para que seus amigos pudessem vir com ela. “Custou muito dinheiro e eu não sei se podemos pagar por isso. Mas eu precisava disso para minha saúde mental, sabe?”.

Falando em saúde mental, Billie ama MUITO cavalos e eles a ajudam bastante a relaxar. Sua mãe revelou: “A única coisa que ela sempre amou é cavalos”. Agora, ela quer ter acesso a um cavalo quando está em casa. “É mais para minha saúde mental do que um hobby”, explica.

E foi trabalhando em um celeiro perto de sua casa que a artista ouviu Tyler, The Creator pela primeira vez.

“Nós estávamos apenas brincando, não prestando atenção, apesar de sermos nós… no comando. E então ouvimos o ‘Tamale’ com um grupo de crianças de cinco anos andando a cavalo ao nosso redor. Foi ótimo.”

A cantora também se tornou fã de Childish Gambino quando seu iPod tocou “Heartbeat” enquanto estava no shuffle. “Imediatamente, eu apenas parei o que estava fazendo. Eu senti que fui apresentada a um novo mundo… onde estive?”

Billie também é fã de carteirinha da série “The Office” e comentou que está revendo o programa pela décima terceira vez. Ela até conheceu pessoalmente Rainn Wilson, o Dwight da série.

E, vale lembrar que a fada cristalzinho do pop irá se apresentar no Lollapalooza 2020! Quem aí vamos?

Comentários

Topo