Menu Papel POP

“Game of Thrones”: Criadores explicam reviravolta de Daenerys no penúltimo episódio

*ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS!*

*

*

*

***************

Neste domingo (12) foi exibido o penúltimo episódio da série “Game of Thrones” e ele está dando o que falar. Um dos acontecimentos mais marcantes foi a reviravolta de Daenerys Targaryen, que seguiu a tradição de sua família e se tornou a Rainha Louca.

Não foi todo mundo que gostou desse desfecho – nem o de Cersei Lannister – no episódio “The Bells”, e os showrunners do programa da HBO, David Benioff e D.B. Weiss, contaram sobre esta narrativa de Danny, e que seu lado sombrio vinha desde o início:

“Há algo arrepiante sobre a maneira como Dany lida com a morte dos seus inimigos. Até mesmo quando você relembra a primeira temporada, onde ela vê Khal Drogo (Jason Momoa) dar a coroa para o irmão dela, Viserys (Harry Lloyd), e depois vê sua reação ao ver a cabeça dele cortada. Ele era um irmão terrível e eu acho que ninguém estava chorando quando ele morreu, mas…”

Daenerys soltou toda sua tirania queimando o Porto Real e matando milhares de pessoas inocentes. Os showrunners falaram que essa decisão foi inesperada e ligada ao Red Keep.

“Eu não acho que ela decidiu antes o que faria. Então, ela vê a Fortaleza Vermelha, que é o lar que sua família construiu quando eles vieram ao país há 300 anos. É nesse momento no Porto Real que ela vê aquele símbolo de tudo que foi tirado dela, e é quando ela decide levar para o lado pessoal”

Eles ainda falaram que o destino de Danny  poderia ter sido diferente: “Se Cersei não tivesse traído ela [no acordo para lutar contra os White Walkers], se Cersei não tivesse executado Missandei (Nathalie Emmanuel), se Jon não tivesse dito a verdade… se alguma dessas coisas tivessem acontecido de uma maneira diferente, então eu não acho que estaríamos vendo esse lado de Daenerys Targaryen”, contou David.

Bom, o que acham da explicação dos criadores? Assista o vídeo completo aqui:

Comentários

Topo