Menu Papel POP

Harvey Weinstein nega denúncias de Uma Thurman e aciona advogados

A gente falou aqui ontem sobre o texto sensível e cheio de desabafo da Uma Thurman para o New York Times. Nele, a atriz fala sobre assédio sexual que sofreu nas mãos de Harvey Weinstein e caso de abuso de poder de Quentin Tarantino no set de “Kill Bill”. Weinstein rapidamente se manifestou.

Por meio de advogado, ele nega as acusações de Thurman. O mais bizarro, o comunicado diz “Sr. Weinstein lembra de ter feito uma abordagem estranha em Thurman 25 anos atrás, algo que ele se arrepende e se desculpou imediatamente”.

“Abordagem estranha??”. Ai gente… Veja o comunicado completo:

Ben Brafman, advogado de Weinsten, diz que Harvey está chocado e triste pelo que ele diz ser falsas acusações de Uma Thurman, alguém que trabalhou com ele por mais de duas décadas. Sr. Weinstein lembra de ter feito uma abordagem estranha em Thurman 25 anos atrás, algo que ele se arrepende e se desculpou imediatamente. O porquê de a Sra. Thurman esperaria 25 anos para discutir publicamente o incidente e o porquê, de acordo com Weinstein, de dizer o que realmente aconteceu incluindo falsas acusações de tentativa de assédio físico ainda é um mistério para Weinstein e seus advogados. O depoimento dela está sendo cuidadosamente examinado e investigado antes de decidir se uma ação legal contra ela será algo apropriado.

Thurman andou se preparando para o desabafo desde novembro, quando diversas denúncias contra Weinstein vieram a tona. “Eu aprendi que quando falo com raiva, geralmente me arrependo da maneira como me expressei. […] Quando estiver pronta, direi o que tenho a dizer”.

Difícil um depoimento tão íntimo e duro ser mentira…

Comentários

Topo