Menu Papel POP

Diretor de “X-Men: Fênix Negra” analisa o que deu errado em “Apocalipse”

MAIS SOBRE:

Em 2016, estreou “X-Men: Apocalipse”, que não foi muito bem recebido pelos fãs dos mutantes, principalmente por suceder o ótimo “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”. Para o próximo ano, está programado a continuação “X-Men: Fênix Negra”, e todo mundo está ansioso se o filme nos fará esquecer o anterior ou não.

Simon Kinberg, roteirista e produtor de “Apocalipse” e diretor de “Fênix Negra”, deu uma entrevista à Entertainment Weekly em que analisou o que deu errado no último capítulo. “Eu acho que nós direcionamos nossa atenção para fora do que sempre foi o fundamental para a franquia que são esses personagens. Transformou-se em algo sobre destruição global e efeitos visuais e não sobre emoção e caráter.”

O produtor dos dois filmes, Hutch Parker, acrescenta: “É sempre perigoso se seu roteiros está evoluindo enquanto você está filmando. Certamente, em retrospectiva, todos sentimos que o gênero evoluiu esteticamente e tonalmente e que o filme não o fez. Há muito que acho que é muito bom no filme, mas, como um todo, estava lutando para encontrar maneiras de se unir, de forma emocional na narrativa e em termos de trama. Esteticamente, sentiu-se meio datado em relação a uma evolução que você estava vendo em qualquer outro lugar. Aprendemos muito com isso.”

As falhas de “Apocalipse” foram algo que Kinberg levou em consideração ao começar a produção de “Fênix Negra”. “Uma das coisas que quero fazer neste filme é, obviamente, focar nos personagens e dar-lhes emoções reais para criar um tema que faria com que ele se sinta relevante e necessário no mundo de hoje.”

Kinberg considera que uma abordagem mais realista é uma parte fundamental de “Fênix Negra”. “As imagens de referência foram muitas imagens do mundo real. Tudo, desde imagens de desastres reais até como se parece um verdadeiro raio quando atinge o solo. O que eu falei com os atores, e a fotografia, e os efeitos visuais é que precisa parecer orgânico, que aquilo acontece em nosso mundo para torná-lo mais relevante novamente.”

“X-Men: Fênix Negra” estreia nos cinemas brasileiros em novembro de 2018. Você pode conferir as primeiras imagens do filme aqui.

Comentários

Topo