Menu Papel POP

Famosos repudiam veto de Trump a imigrantes islâmicos; “Tenho nojo disso”, diz Rihanna

Horas após Donald Trump assinar um decreto que veta a entrada de imigrantes de sete países de maioria islâmica nos EUA, muitos americanos começaram a mostrar sua indignação nas redes sociais. Entre eles, claro, os famosos.

A canetada de Trump, apesar de já barrada pela Justiça Federal americana, já tem dificultado a entrada de muitos cidadãos islâmicos nos EUA, mesmo aqueles que têm visto válido. O elenco e o diretor do iraniano “O Apartamento”, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiros, não poderão comparecer à cerimônia do Oscar por conta da decisão do presidente americano.

Pelo Twitter, Rihanna disse estar com nojo da situação provocada por Trump. “As notícias são devastadoras. A América está sendo arruinada bem embaixo do nosso nariz”, criticou a cantora. “Que porco imoral o cara tem que ser pra implementar uma merda dessa!”

“Aos nosso vizinhos islâmicos pelo mundo: eu e milhões de americanos sentimos muito”, disse Michael Moore, diretor de “Farenheit 11 de Setembro” e “Tiros em Columbine”. “A maioria de nós não votou nesse cara.”

Seth Rogen divulgou o link de um protesto anti-Trump que rolou em Los Angeles

“Eu me sinto nauseada e realmente doente com a atual situação do nosso país”, declarou a atriz Chloë Grace Moretz.

Miley Cyrus não falou muito. A cantora apenas postou vários corações como legenda de uma imagem com a Estátua da Liberdade e a frase “Fique com os imigrantes”.

Até o próprio Twitter usou o Twitter para protestar contra Trump. “Somos feitos de imigrantes de todas as religiões. Nós estamos do lado deles, sempre!”

Políticos também se manifestaram. Chuck Schumer, senador do partido Democrata, afirmou que acolher imigrantes é uma tradição do país. “Temos uma tradição de longa data, da qual nos orgulhamos, de receber refugiados e deixá-los em segurança em nosso país”, disse ele. “Essa tradição precisa continuar.”

Hillary Clinton, candidata à presidencia pelo partido Democrata e derrotada por Trump, defendeu os imigrantes. “Defendendo nossos valores e nossa Constitução, eu fico do lado daqueles que estão detidos pelo país nesta noite. Isso não é o que somos”, disse ela.

Que pesado isso, né gente? Onde vamos parar?

Comentários

Topo