Menu Papel POP

Fãs reclamam que tributo de Madonna à Aretha Franklin foi, na verdade, só sobre a Madonna

Na semana passada, Aretha Franklin faleceu em sua casa, em Detroit, aos 76 anos. Ganhadora de 18 Grammys e a primeira mulher a entrar no Rock and Roll Hall of Fame, chamar a Rainha do Soul de Lenda parece pouco.

Nessa segunda-feira (20), o VMA fez um tributo à Aretha e chamaram ninguém mais, ninguém menos que Madonna para homenageá-la. O discurso, no entanto, causou polêmica, já que a cantora falou pouco sobre Aretha e discorreu sobre sua própria carreira no lugar, começando com “Aretha Louise Franklin mudou o rumo da minha vida” e contando como batalhou para se tornar dançarina e cantora, dizendo quantas vezes foi rejeitada em testes com produtores, apenas citando ter cantado (You Make Me Feel Like) A Natural Woman em um teste.

No fim do discurso, no entanto, Madonna relembrou o motivo da história: “Nada do meu sucesso teria acontecido sem a Rainha do Soul. Ela me trouxe para onde estou hoje. E ela influenciou tantas pessoas neste lugar. Eu quero agradecer você, Aretha, por nos empoderar. R-e-s-p-e-c-t. Vida longa à Rainha”.

Muita gente achou, no mínimo, estranho este discurso:

“O esforço aparente de Madonna para memorizar Aretha: Mas já chega de falar sobre mim, vamos falar… sobre mim”

“Quando Madonna deveria estar honrando Aretha Franklin mas fica falando sobre ela mesma por 10 minutos seguidos.”

“Madonna REALMENTE foi lá em sua melhor roupa de apropriação cultural para falar sobre a Rainha Aretha? Isso é a vida real?”

No Brasil, a galera também não deixou passar.

Comentários

Topo