Menu Papel POP
(Divulgação)

Juliette rebate xenofobia que sofreu após 1º turno das eleições: “Dia 30 a gente retribui numa linguagem clara”

A cantora Juliette voltou a se pronunciar a respeito de ofensas xenofóbicas direcionadas aos eleitores nordestinos após o primeiro turno das eleições de 2022. Nesta quarta-feira (5), durante uma live, o candidato do PL à reeleição, Jair Bolsonaro, disse que a larga vitória obtida nos estados da região por Lula, seu principal oponente, se atribuía ao fato de que o “Nordeste tem mais analfabetos por causa do PT” (sic) (via Folha de S. Paulo).

“Queria estar surpresa com as falas preconceituosas sobre o Nordeste, mas não estou”, escreveu a artista, que é natural do Estado da Paraíba. “Nem com a pessoa [referindo-se ao presidente], nem com a atitude. Esse é o reflexo de um pensamento raso, desinformado e maldoso. Novidade? Nenhuma. Mas dia 30 a gente consegue retribuir numa linguagem bem clara”.

O discurso xenofóbico já vinha sendo propagado contra os eleitores nordestinos desde o domingo, logo que o resultado do primeiro turno foi divulgado. No dia seguinte, Juliette chegou a fazer um vídeo em que comentou o assunto.

Por meio de seus Stories, ela lamentou a frequência do ocorrido e orientou seus milhões de seguidores sobre como proceder caso sejam vítimas de ofensas do gênero. “Já que não há respeito, resta pelo menos justiça”, disse. “No mais, é lamentável”

O segundo turno das eleições brasileiras ocorre no próximo dia 30 de outubro. Além da disputa para presidente, 12 estados também votam para governador.

Comentários

Topo