Menu Papel POP
(Foto: Divulgação)

João Gomes tem show recusado por sindicado do Maranhão, após declaração contra Bolsonaro no Rock In Rio

O Sindicato Rural de Imperatriz, no Maranhão, fez um vídeo, nesta segunda-feira (12), recusando um show que João Gomes faria no Parque de Exposições.

A motivação teria sido uma fala do cantor, durante participação no Rock In Rio 2022, contra o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

A apresentação do jovem artista do forró está marcada para o dia 29 de outubro, no festival ‘PiZro’.

No vídeo em questão, três membros do sindicato afirmam que João Gomes desrespeitou o presidente e um deles afirma que “nossa bandeira é verde e amarela”.

“Fomos procurados para realizar o show do cantor João Gomes aqui dentro da nossa arena, do qual nós negamos, em virtude do comportamento dele de tratar mal a figura do nosso presidente Bolsonaro. Ele não é bem vindo aqui dentro do Parque de Exposições, pois a nossa bandeira é verde e amarela”

Procurada pelo PapelPop, a assessoria de imprensa de João Gomes afirmou não ter um posicionamento sobre o assunto, no momento. O espaço segue aberto e será atualizado, se enviado.

Assista ao vídeo abaixo:

 

O que João Gomes fez

No terceiro dia de Rock In Rio 2022 (domingo, 05), João Gomes se apresentou em uma tenda promocional do festival ao lado do DJ e produtor Pedro Sampaio. Em certo momento, o cantor foi até o público e gravou um vídeo dizendo ‘Ei Bolsonaro’, que é completado por ‘vai tomar no c*’, pelos fãs.

Dias depois do ocorrido, o jovem e talentoso artista foi em suas redes sociais se desculpar por sua atitude, alegando “ter desrespeitado alguns de seus fãs”.

“Não apoio qualquer bandeira, mas fui irresponsável. Queria pedir desculpas por citar um nome que jamais poderia citar. Errei. E peço muitas desculpas. Peço desculpas… sou um eterno aprendiz”, disse o cantor.

Assista ao vídeo do cantor no Rock In Rio 2022:

Afinal, o show está suspenso ou não?

Segundo portal G1, a Imperial Produções — empresa responsável pelo show de João Gomes em Imperatriz — classificou o pronunciamento dos membros do SinRural como ‘intolerância’ e afirma que a atitude só prejudica a cidade.

Em nota, disse ainda que o show não será cancelado e que poderá acontecer em outro local da cidade, ou em municípios vizinhos. Leia nota na íntegra, enviada ao site:

“A intolerância dos diretores do sinrural em relação ao show do João Gomes que aconteceria no Parque de Exposições deixa claro o porque de Imperatriz ainda não ter a relevância que merece no cenário nacional. A movimentação econômica que vai acontecer aqui na região é gigantesca. O comércio movimentará milhões. Todos são afetados: a manicure, o salão de beleza, o motorista de aplicativo, a rede hoteleira, os restaurantes, os vendedores ambulantes e toda cadeia alimentar que leva o sustento para dentro de sua casa através das oportunidades geradas em um festival como esse”, 

Comentários

Topo