Menu Papel POP
Divulgação / Metropolitan FilmExport

Chloë Grace Moretz diz ter se tornado reclusa após meme “horrível” de “Family Guy” sobre seu corpo: “Até hoje é algo muito difícil de superar”

MAIS SOBRE:

Em entrevista à Hunger, Chloë Grace Moretz falou sobre como se tornou reclusa após sua dismorfia corporal viralizar em memes “horríveis” nas redes sociais. Em específico, a atriz citou um em que uma foto dela carregando uma caixa de pizza foi comparada a uma personagem de “Family Guy”. As informações são da Variety

“Então veio o ataque de memes horríveis que começaram a ser enviados para mim sobre meu corpo”, disse Moretz à revista. “Na verdade, nunca falei sobre isso, mas houve um meme que realmente me afetou: eu entrando em um hotel com uma caixa de pizza na mão. E essa foto foi manipulada em um personagem de ‘Family Guy’ com as pernas longas e o torso curto, e foi um dos memes mais difundidos na época”, lembrou. 

Ela citou também que via todos tirando sarro do seu corpo e que, quando ela questionou a situação, lhe disseram para “calar a boca”, porque “é engraçado”. “E eu me lembro de sentar lá e pensar: “meu corpo está sendo usado como uma piada e é algo que eu não posso mudar sobre quem eu sou, e está sendo postado em todo o Instagram”. […] E até hoje, quando vejo esse meme, é algo muito difícil de superar”, afirmou. 

Moretz explicou que ficou “meio triste” pois o meme pegou algo que ela costumava gostar, que era se vestir e sair para tirar fotos, e transformou em um gatilho. Para ela, “a dismorfia corporal – com a qual todos lidamos neste mundo – é extrapolada pelas redes sociais.”

O dismorfia corporal é uma doença mental em que uma pessoa pode desenvolver um foco obsessivo em relação a um defeito que ela considere ter em seu corpo. Indivíduos com este transtorno desenvolvem ansiedade, tendendo a se examinar no espelho com frequência, comparando-se com outras pessoas e podendo evitar contato social e fotos, entre outros sintomas. 

“Eu basicamente me tornei uma reclusa”, disse a atriz sobre sobre o efeito dos memes em sua vida. “Foi ótimo porque me afastei dos fotógrafos e pude ser eu mesma e ter muitas experiências que as pessoas não fotografavam, mas ao mesmo tempo me deixava muito ansiosa quando era fotografada. Minha frequência cardíaca aumentava e eu hiperventilava”, contou. 

Na indústria cinematográfica desde os seis anos, Moretz se tornou conhecida mundialmente ao estrelar filmes como  “(500) Dias com Ela” (2009), “Kick-Ass” (2010), “A Invenção de Hugo Cabret” (2011), “Carrie” (2013), “Se Eu Ficar” (2014), “A 5.ª Onda” (2016) e muitos outros. 

Mais recentemente, ela pode ser vista no live-action de “Tom & Jerry” (2021), como Kayla Montgomery, e em “Mother/Android” (2021), do Hulu, como Georgia Olsen. Para 2023, ela vai emprestar sua voz para a animação “Nimona”, da Netflix

Comentários

Topo