Menu Papel POP
(Tainá Cavalcante / Divulgação)

BaianaSystem lança o eletrizante clipe de “Catraca”, gravado em Fortaleza

Uma bandeira do Brasil, uma sucata de ônibus, mascarados incendiários e outras simbologias marcam a narrativa do novo clipe do grupo BaianaSystem. “Catraca” chegou às telas nesta sexta-feira (12), fruto de uma parceria dos selos Máquina de Louco e Vetinflix com a produtora cultural Peixe-Mulher.

Gravado em Fortaleza, sob a direção de Léo Suricate, Renata Monte e Mumutante, o filme conta a história de um passageiro de ônibus que experimenta um psicotrópico. Em transe, ele se une a um grupo de revolucionários, dispostos a romper fronteiras e destruir um dos ícones da segregação: a catraca.

“A ideia inicial era que ‘Catraca’ fosse um clipe de dança, focava no corpo e no ritmo da música, mas à medida que outras pessoas se uniam ao projeto, ele ficava maior. Depois de nove meses e um lockdown, chegou Renata e Mumu pra tocar a direção comigo”, explica Suricate em nota.

Foram cerca de 40 pessoas envolvidas no set. Entre elas estavam diversos artistas da periferia cearense, incluindo Maurício Batuta, Blecaute, Fluxo Marginal, Larissa Ribeiro, Princesinhas do Passinho, Jamaicano e Helen de Sá.

Assista:

É válido lembrar que “Catraca” integra “OXEAXEEXU”, resultado de uma experiência que foi realizada em 2020 e dividida nos atos “Navio Pirata”, “Recital Instrumental” e “América do Sol”. Agora, o projeto é um álbum de 21 faixas.

Ouça:

Comentários

Topo