Menu Papel POP
Foto: Divulgação

David Carreira e Matheus Fernandes se unem em “Saturno” e sugerem remix com Anitta

A união mais recente entre Brasil e Portugal foi selada na última sexta-feira (4) com a faixa “Saturno”, parceria do português David Carreira e do brasileiro Matheus Fernandes. Com um videoclipe eletrizante, a mistura de sotaques é assentada pelo encontro do pop, sertanejo e funk de dois dos maiores nomes da música de cada país.

Em entrevista ao Papelpop, os cantores falaram mais sobre como surgiu a parceria e quais as semelhanças na música brasileira e portuguesa, além do idioma.

Sobre Anitta, de quem levou um flerte profissional, David disse que o convite para a parceria ainda está em pé e que pode acontecer antes do que os fãs podem esperar: “Até quem sabe, em um remix deste novo single que estou lançando com Matheus”, disse. Enquanto isso, o sertanejo revelou o desejo de se jogar em novas parcerias musicais internacionais: “Está bem perto de dar certo”, garantiu.

Leia a entrevista e veja o clipe abaixo:

Papelpop – Essa faixa faz parte do álbum “OYTO”, do David. Como surgiu essa parceria? Vocês já conheciam o trabalho um do outro?

David: Eu conhecia o trabalho do Matheus já há algum tempo, acho que foi com “Coração Cachorro” ou com “Baby, Me Atende”, que eu comecei a ouvir cada vez mais o trabalho dele, que começou a surgir aqui em Portugal também. Eu sinto que essa música [“Saturno”] não é só uma música minha, eu sinto que o Matheus trouxe tanto de sua característica musical, de sua vibe musical, que se torna mesmo uma verdadeira parceria entre os dois.

Apesar de não termos nos encontrado para gravar a música, quando a gente fez o clipe aqui em Portugal, criou-se uma boa vibe entre os dois, então foi uma boa descoberta para mim como músico, mas sobretudo como ser humano também. Eu já o convidei para passar férias aqui, eu em breve vou a Fortaleza, então vai ser top!

Matheus: O David, na verdade, eu já conhecia o trabalho dele, já tinha ido para Portugal outras vezes e ouvi falar bastante. Quando veio o convite, eu pensei: ‘cara, vamos demais, sou fã!’. Conheço não só o trabalho dele, mas também o da família e, como ele falou, quando fui para Portugal gravar o clipe, bateram as ideias, as vontades. Isso é o mais importante. Tem música de todo jeito, mas quando tem essa sinergia entre os parceiros, tudo acontece mais fácil e na direção certa. Quando a gente se conheceu pessoalmente, já sabia que seria dessa forma.

Papelpop – Brasil e Portugal são dois países que se encontram, entre outras semelhanças, na língua. Existe outro ponto em comum na música brasileira e portuguesa, na opinião de vocês?

David: Acho que acaba sendo muito semelhante, porque há cada vez mais — e acho interessante que haja cada vez mais — essas parcerias entre artistas portugueses e brasileiros, e eu acho que há muita semelhança. Hoje em dia, não sinto uma diferença entre o que se está ouvindo em Portugal com o que se faz no Brasil, sinto que hoje em dia há essa ligação cada vez mais.

O engraçado é que, às vezes, no português, as coisas que dizemos aqui não querem dizer as mesmas coisas que vocês dizem aí e isso acontece por acaso nas nossas primeiras trocas de mensagem. Eu disse ao Matheus: “olha, eu vou te levar a um sítio muito bom aqui para gente sair a noite”, só que sítio aí quer dizer fazenda, e então o Matheus estava achando que eu ia levar ele para uma fazenda.

Matheus: Pô, e era de noite e ele falando que queria me levar nesse sítio e eu me perguntando “c*ralho, o que ele vai fazer nesse sítio?”. Eu doido pra aproveitar Lisboa e o cara querendo me levar pro sítio, mas bom, o cara é tão gente boa que eu falei “então vamos”. Mas aí eu descobri que sítio é “um lugar”.

Papelpop – Matheus, você pretende se jogar em novas parcerias internacionais? Talvez cantar em outras línguas? Espanhol, talvez… Quer ganhar o mercado latino ou europeu?

Matheus: Sem dúvida, eu tenho muita vontade de fazer feats internacionais. O primeiro não podia ser melhor, porque foi mais fácil por conta da língua e, em segundo, porque a música que a gente gravou, ela tem muito uma energia, uma vibe que eu gosto muito, então foi muito fácil. Não foi uma energia musical muito diferente do que eu estava acostumado, então me introduziu bem, eu inaugurei essa fase do feat internacional de uma forma muito tranquila e muito bacana. Mas, de fato, a gente quer fazer outras parcerias e eu já até tenho conversado sobre isso com a gravadora, que vai fazer esses outros feats na hora certa. Quero muito me misturar com a música latina e eu acho que está bem perto de dar certo.

Papelpop – Anitta, assim como você, se apresentou no Rock In Rio Lisboa e demonstrou interesse em fazer uma colaboração, você prontamente respondeu que topa também. Mas eu quero saber: já rolou uma conversa mais certeira sobre isso? Você já apresentou alguma música, talvez?

David: Já houveram algumas conversas e pode ser que um dia venha a acontecer e, até quem sabe, em um remix deste novo single que estou lançando com Matheus. Um dia pode até acontecer uma mistura com outros artistas para se juntarem nesta viagem, porque eu sinto mesmo que “Saturno” é uma verdadeira viagem do que já se faz no Brasil e o que se faz musicalmente no resto da Europa, e então até pode vir a acontecer num futuro próximo com Anitta ou outro artista que possa entrar num remix. Mas, neste momento, meu foco é este trabalho que acredito 100% que vão entrar nesta viagem, mas se vier a somar com mais artistas nessa música, por que não? Fico muito feliz que ela tenha visto o show e, para mim, pisa no palco do Rock In Rio pela primeira vez é algo que, melhor do que isso, é apenas levar o Matheus para o próximo para estarmos lá e cantar, fazer todo mundo dançar.

Papelpop – Quando veremos os dois cantando “Saturno” no Brasil?

Matheus: Eu já convidei, em? Já está convidado! A gente vai ter um bloco aqui no Fortal, em Fortaleza, que é um carnaval fora de época gigantesco aqui e, na quinta-feira, eu tenho o meu Bloco Bagunça e eu já convidei David para cantar comigo lá. Além disso, chamei ele para rodar o Brasil comigo e ver como o Brasil é grande, ver o que é que a gente faz (risos).

***

Assista ao clipe desta parceria:

Comentários

Topo