Menu Papel POP
(Divulgação)

Anitta diz que ‘nunca foi petista’, mas declara voto para 2022: “Estou com Lula”

Anitta veio a público na tarde desta segunda-feira (11) para declarar apoio ao candidato Lula (Partido dos Trabalhadores), logo no primeiro turno nas eleições gerais deste ano, programadas para outubro.

“A partir deste momento eu sou Lulalá primeiro turno. E lutarei por uma novidade na política presidencial brasileira nas próximas eleições”, escreveu a dona de “Envolver”, em suas redes sociais.

O veredito da artista vem após o episódio em que o guarda municipal petista Marcelo Aloizio de Arruda foi assassinado pelo policial federal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho, na noite deste sábado (9).

Rebatendo futuras críticas em uma série de tweets, Anitta defendeu o ex-presidente: “Ex-presidiário também é gente, e uma das minhas crenças políticas é que o sistema carcerário brasileiro dê oportunidades aos presos de aprenderem coisas novas”.

A cantora afirmou que nunca foi favorável ao Partido dos Trabalhadores (PT), mas que está disposta a ajudar em campanhas para “bombar” o candidato nas redes sociais. “Estando ao meu alcance e não sendo contra a lei eleitoral, eu farei”, declarou.

Vale lembrar que, em resposta aos fãs no Twitter no dia 28 de junho, a cantora revelou que ainda não havia decidido em qual candidato depositaria seu voto.

“Eu ainda não me decidi quanto ao meu voto. Eu quero esperar o dia limite da candidatura para estudar os candidatos e tomar minha decisão. Minha real vontade é que o Brasil encontre um meio-termo onde o resultado não vá partir o país no meio e fazer as pessoas não se tolerarem mais”, disse.

Relembre aqui:

 

O ex-presidente Lula respondeu o apoio que recebeu da artista e brincou com o hit “Envolver”, que chegou ao topo do Spotify Global: “Vamos juntos envolver o Brasil”.

Em uma pesquisa do Instituto FSB, pelo banco BTG, divulgada hoje (11), revelou que Lula segue à frente da corrida presidencial, registrando 41% das intenções de voto.

Comentários

Topo