Menu Papel POP
(Getty Images)

Machine Gun Kelly relata tentativa de suicídio em documentário

MAIS SOBRE:

[ALERTA DE GATILHO! O texto abaixo contém relato de tentativa de suicídio]

Machine Gun Kelly detalhou em seu documentário, intitulado “Life In Pink”, uma tentativa de suicídio depois de perder o pai, em 2020. “Eu não saía do meu quarto. Comecei a ficar muito sombrio. Megan [Fox] estava na Bulgária para gravar um filme e eu tive uma paranoia selvagem”, relatou o cantor [via People].

“Estava paranoico, achando que alguém chegaria e me mataria. Liguei para Megan e disse, tipo: ‘Você não está aqui para mim’. Estava no meu quarto, pirando com ela, e coloquei a espingarda na minha boca. Megan ficou absolutamente silenciosa. Foi aí que comecei a perceber que algo não estava certo”, contou.

MGK explicou que, depois disso, buscou ajuda e entendeu que precisava se livrar das drogas. “Parece que eu cavei um buraco muito fundo, mas eu realmente preciso dar o fora e tentar ser o que mais importa, que é ser um ótimo pai”, disse ele.

Acompanhando os altos e baixos da vida do artista norte-americano, que noivou com Fox em janeiro deste ano, “Life In Pink” foi lançado na última segunda-feira (27). O doc está disponível na Hulu, nos Estados Unidos, e na Star+, no Brasil.

Relembre o trailer:

Comentários

Topo