Menu Papel POP
(Foto: Divulgação)

Autoditada, Garbo estreia “não faça o que eu faço”, seu primeiro álbum de estúdio

O paulistano Gabriel Soares, mais conhecido como Garbo, faz parte da geração de músicos autodidatas. Em seu quarto, aos 18 anos e em equipamentos sofisticados, produziu diversas demos e, aos poucos, juntou tudo no primeiro EP, “Cristal”.

Agora, ao lado de produtores como Riff e Diego Silveira (DH), o artista trabalha em “não faça o que eu faço”, seu primeiro álbum de estúdio.

Garbo está envolvido em todas as etapas do processo criativo, além de surgir com toda a parte visual, escreve e produz boa parte das músicas.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Influências musicais são artistas independentes, como ele, ou artistas que usam música eletrônica como base, como Grimes, James Blake, Jaloo, Lorde, Kevin Abstract e muitos outros.

O projeto foi foi dividido em duas partes. A primeira parte foi lançada nesta sexta-feira (24) e navega pelas referências e experiências amorosas do artista. O trabalho coleciona batidas pop, cheias de distorções e sintetizadores até chegar em ‘sexta-feira antes do carnaval’, uma faixa que mistura um término de carnaval com a sonoridade emo.

A segunda parte — ou seja, o projeto completo — faz uma introdução de Garbo ao mercado pop nacional, com letras simples e refrões pegajosos. Ouça a seguir!

Comentários

Topo