Menu Papel POP
Créditos: Marco Lafer & Isabela Vdd/Divulgação

Tim Bernardes introduz álbum com single existencialista; já ouviu “Nascer, viver, morrer”?

MAIS SOBRE:

Introduzindo o disco “Mil coisas invisíveis”, previsto para o dia 14 de junho e se consolidando como mais um trabalho solo da carreira, o cantor e compositor Tim Bernardes lançou nesta terça-feira (3) a faixa “Nascer, viver, morrer”.

Com pegada existencialista e de curta duração (são apenas 1:53 de música), a novidade foi composta em 2020 e deve abrir o disco, servindo como uma síntese do que está por vir e dos muitos renascimentos que se vive ao longo da vida.

Além de seu trabalho na banda O Terno, Bernardes tem se destacado nos últimos anos por firmar importantes colaborações com as deusas da MPB Gal Costa e Maria Bethânia. Para a musa da Tropicália, por exemplo, ele escreveu “Realmente lindo”, presente em “A Pele do Futuro” (2018).

Já para a abelha rainha, é dele o bolero “Prudência”, que já figura no set de seus shows. Ouça já o novo single!

https://links.altafonte.com/nascervivermorrer

Comentários

Topo