Menu Papel POP
Neste post, nós reagimos, colocamos um cropped e reunimos 10 filmes e séries que vão te ajudar a dar aquela levantada na autoestima. (Foto: Reprodução)

Bora reagir! 11 filmes e séries que vão te ajudar a dar aquela levantada na autoestima

MAIS SOBRE:

Apesar de estarmos cada vez mais expostos a mensagens de autoaceitação, nem sempre é fácil se sentir bem consigo mesmo. Em certos momentos, precisamos de um empurrãozinho para levantar da cama e reagir.

Enquanto algumas produções se findam em mostrar padrões de beleza e de vida inalcançáveis, outras dizem que tudo bem ser quem realmente é, trazendo cada vez mais diversidade e mensagens de amor próprio.

Isso tudo é muito importante porque ajuda na nossa saúde mental, nos causando conforto com nossa pele, cabelo e corpo.

Por isso, neste post, nós reagimos, colocamos um cropped e reunimos 11 filmes e séries que vão te ajudar a dar aquela levantada na autoestima.

Este é mais um conteúdo especial que preparamos ao lado de Eucerin! A marca de dermocosméticos, que tem mais de 100 anos no mercado, está com a gente na campanha #FiltroPraQuê com a missão de promover a autoaceitação e abraçar a beleza que já temos e é nossa!

 

Queer Eye

Não dá para começar esta lista sem falar de “Queer Eye”, não é mesmo? O Fab Five, formado por Jonathan Van Ness, Antoni Porowski, Tan France, Karamo Brown e Bobby Berk, chega, a cada episódio, com a missão de transformar a vida de uma pessoa.

O grupo viaja por várias partes do mundo para ajudar quem tem problemas com cuidados pessoais, estilo, jornadas culturais, alimentação e até decoração de casa. Na série, uma das principais mensagens que fica é que a mudança interna é crucial para a mudança externa.

A partir do momento em que começamos a nos olhar com mais carinho, todo o resto muda! Essa é a famosa produção que não conseguimos ficar sem chorar. É de dar quentinho no coração e fazer refletir acerca dos mais diversos assuntos que permeiam as nossas vidas. O melhor de tudo é que tem muita coisa que logo podemos botar na prática assim que terminamos os episódios, como as dicas de cuidados com a pele do Jonathan!

O programa conta com 6 temporadas e está disponível na Netflix.

 

Extraordinário

“Extraordinário”, uma adaptação da obra homônima de R.J. Palacio, lançada em 2012, chegou aos cinemas do mundo todo em novembro de 2017. Estrelado por Jacob Tremblay, Julia Roberts e Owen Wilson, com direção de Stephen Chbosky (“As Vantagens de Ser Invisível”), o filme conta a história de August Pullman, um garotinho com uma deformidade facial muito rara que começa a frequentar aulas em uma escola pela primeira vez.

Ali, ele precisa lidar com todo o bullying que o seguirá por muitos dias. A proposta é delicada e mostra como é necessário aprender muito sobre nós mesmos, para ficarmos fortes e prontos para enfrentar um mundo que ainda não sabe conviver com as diferenças.

Quanto mais leais a nossa essência, mais difícil fica aceitar objeções externas. Seja apenas quem você quer ser, não o que os outros querem que você seja!

Disponível no Globoplay.

 

A pequena Miss Sunshine

Nada iria impedir Olive (Abigail Breslin) de realizar seu grande sonho! Lançado em 2006, “A Pequena Miss Sushine”, escrito por Michael Arndt e dirigido por Jonathan Dayton e Valerie Faris, é um daqueles filmes para assistir uma vez e nunca mais esquecer. Vencedor de duas estatuetas do Oscar, Melhor Roteiro Original e Melhor Ator Coadjuvante para Alan Arkin, o vovô Hoover, a produção é super aclamada pela crítica e pelo público.

papelpop + eucerin: autoestima

Foto: Reprodução

Seja pelas cenas icônicas de comédia e drama, o longa é sempre lembrado pela reflexão de que todo mundo pode brilhar. Mesmo fora do padrão exigido pelo concurso de beleza, a pequena protagonista mobiliza toda sua família para lutar pelo que ela queria.

 

Glee

Apesar de todas as polêmicas que envolvem seus bastidores, “Glee” ainda é referência para muita gente. A série é lembrada como a responsável por várias coisas legais para uma legião de fãs. Desde as descobertas da sexualidade à autoaceitação e autoestima, a produção sempre tocou em assuntos importantes.

São vários os episódios que falam sobre a necessidade de se amar, se cuidar, se aceitar… Quem assistiu, jamais esqueceu do episódio “Born This Way”, por exemplo, em que os personagens discutem sobre quem realmente são.

LikesBoys

Disponível na Netflix e na Disney+. 

 

Queen Stars

Apresentado pelas nossas queens Pabllo Vittar e Luísa Sonza, “Queen Stars”, da HBO Max, é um desses realities que te coloca para pensar a todo instante. Embora seja uma competição, ninguém está ali para passar por cima de ninguém, tampouco torcendo para uma derrota a qualquer custo.

Além de todo o luxo e performances impecáveis das drags queens competidoras, a cada episódio somos postos para refletir, da melhor forma possível, sobre dar valor a si mesmo.

Para externalizar todos os nossos talentos, é preciso estar se sentindo bem internamente.

 

Sierra Burgess é uma Loser

“Sierra Burgess é uma Loser”, da Netflix, pode parecer mais um filme sobre as dores e as delícias da vida no Ensino Médio, mas ele carrega uma mensagem ainda maior: o mais importante é ser quem realmente é!

papelpop + eucerin: autoestima

Foto: Reprodução

Mesmo que não esteja dentro de todos padrões de beleza que a vida adolescente impõe, Sierra aprende que, no final das contas, ela não precisa ser perfeita para conseguir o que deseja.

Disponível na Netlix.

 

Dumplin

Imagina a pressão de ser filha de uma ex-miss? É isso que “Dumplin” mostra. Ser adolescente já não é fácil e, quando você se coloca em um lugar de autodepreciação, tudo pode piorar. Neste longa, aborda-se muito sobre como um ambiente familiar tóxico pode ser prejudicial na busca do amor próprio.

Willowdean (Danielle MacDonald) é uma garota gorda que adora o próprio corpo, mas que sempre tem a aparência criticada pela mãe, Rosie (Jennifer Aniston). Tudo caminha “normalmente” até a jovem decidir participar de um dos concursos de beleza apresentado pela chefe da família.

Disponível na Netflix.

 

Duff

“Duff” é um clássico, né? No longa, Bianca (Mae Whitman) descobre que recebeu das amigas do colégio o título de DUFF (Designated Ugly Fat Friend). Basicamente, isso significa ser a pessoa “feia” do grupo para que as outras pareçam mais bonitas. Então, muito revoltada, a jovem recorre ao atleta popular para ajudá-la a ser visivelmente mais legal. É aí que ela entra em uma jornada de autoconhecimento e autoestima.

papelpop + eucerin: autoestima

Foto: Reprodução

Disponível na HBO Max.

 

Crush à Altura

Estrelado por Ava Michelle e Sabrina Carpenter, “Crush à Altura”, da Netflix, é um filme que vai te teletransportar para a época do Ensino Médio e te fazer pensar sobre como as coisas poderiam ter sido mais fáceis, se tivéssemos um pouco mais de amor próprio e autoestima.

papelpop + eucerin: autoestima

Foto: Reprodução

Na trama, Jodi é a garota mais alta da escola e nunca teve um namorado. Insegura e sendo comparada às outras garotas, ela impregna na mente aquela história de que jamais vai encontrar um amor. Porém, a história começa a mudar quando um aluno intercambista chega no colégio.

Disponível na Netflix.

 

Megarromântico

Filme com Rebel Wilson é garantia de boas risadas, mas, no caso de “Megarrromântico”, a história ganha mais força ao percebermos toda a sátira acerca de grandes clássicos cinematográficos que reforçam os vários padrões de beleza.

O longa conta a história de uma arquiteta frustrada tanto com a vida profissional quanto com a vida pessoal. No entanto, tudo muda quando ela sofre um acidente após um assalto e vê a própria rotina se tornar uma comédia romântica, literalmente, em que tudo dá certo. A obra critica os padrões e mostra a protagonista em várias situações corriqueiras que facilmente seriam mais tranquilas se confiasse em si mesma.

Disponível na Netflix.

 

Oitava Série 

Estrelado por Elsie Fisher, “Oitava Série” é um filme que trata a adolescência como ela é. A jovem Kayla, de apenas 14 anos, tem a pele como a de qualquer outra garota da idade dela. Na trama, as acnes são evidentes, mas passam despercebidas, afinal é assim que seu rosto fica quando você está passando pela puberdade.

O longa é um retrato preciso de uma geração viciada em filtros, que consegue capturar como busca pela pele perfeita pode ser nociva à saúde mental.

Disponível na Netflix.

 

***************

 

É sempre bom quando a gente assiste uma série ou filme em que terminamos mais leves sobre nós mesmos e sobre nossa beleza, não é? Não precisamos nos cobrar tanto! Que tal aproveitar essa nossa lista e já emendar naquele skincare gostoso que levanta até a alma? Cuidar da própria pele é um ato de amor próprio que todo mundo pode fazer, então, porque não mostrar que podemos ter imperfeições, certo? Eucerin se preocupa também em multiplicar essa mensagem cada vez mais para mais pessoas, com o intuito de tornar a relação delas com a pele mais saudável. Isso faz parte da missão da marca que se mostra uma bela opção para estar ao nosso lado na hora do relaxante skincare. A campanha #FiltroPraQuê mostra que, com autocuidado, a gente não precisa de edição! Eucerin acredita em peles reais e em transformações possíveis! Seu cuidado ideal para cravos, espinhas e marcas escuras de acne chegou.

Clique aqui e conheça a linha Dermopure Oil Control e descubra o cuidado dermatológico transformador de Eucerin.

Comentários

Topo