Menu Papel POP
Foto: Divulgação

“A Menina que Matou os Pais”: terceiro filme sobre o caso Von Richthofen está em desenvolvimento

A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, lançados em 2021, contam a história de um dos crimes mais famosos em âmbito nacional. Nesta quarta-feira (18), foi anunciado que os filmes estrelados por Carla Diaz deverão ganhar uma sequência que mostra os quatro anos que se passaram desde o assassinato até o julgamento. As informações são de Patrícia Kogut.

Além disso, a coluna ainda informou que o elenco deve ser mantido e que as negociações já estão em desenvolvimento com os atores, que incluem Carla Diaz, Leonardo Bittencourt e Allan Souza. Ainda não há informações sobre o início das gravações, ou data de lançamento.

Ambos os filmes apresentam pontos de vista distinstos dos namorados Suzane von Richthofen (Diaz) e Daniel Cravinhos (Bittencourt), que se declararam culpados pelo assassinato dos pais de Suzane em 2002. O roteiro de Ilana Casoy é inteiramente baseado nos depoimentos obtidos ao longo do processo. A direção mais uma vez será de Mauricio Eça.

Relembre a sinopse dos dois primeiros filmes: “Em 2002, o casal de namorados Suzane von Richthofen (Carla Diaz) e Daniel Cravinhos (Leonardo Bittencourt) chocou o Brasil ao se declararem culpados pelo brutal assassinato dos pais de Suzane. Ao longo do julgamento deles, esse caso é revisitado em busca de respostas sobre os motivos do casal para cometer essa atrocidade. Um drama de crime real sobre um dos casos de assassinato mais chocantes do Brasil. Baseados nos autos do processo, os dois filmes serão lançados simultaneamente e mostrarão pontos de vista diferentes do mesmo caso”.

 “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais” já estão disponíveis no Amazon Prime Video. Relembre o trailer:

Comentários

Topo