Menu Papel POP
(Reprodução/CBS)

Megan Thee Stallion se emociona ao detalhar supostos tiros de Tory Lanez: “Eu não quis me mover”

MAIS SOBRE:

Em entrevista ao CBS Mornings nesta segunda-feira (5), Megan Thee Stallion se emocionou ao contar os detalhes sobre um episódio traumático que passou em 2020. Trata-se de ataques vindo de Tory Lanez, seu antigo parceiro, que teria atirado em seus pés após uma discussão.

O caso aconteceu durante a saída de uma festa na casa de Kylie Jenner. “Foi uma discussão porque eu estava pronta para ir e ninguém mais estava. Mas isso é, tipo, coisa normal de amigos”, disse a rapper sobre a discussão. “Nós nos preocupamos com coisas bobas o tempo todo. Mas eu nunca coloquei minhas mãos em ninguém, eu nunca levantei minha voz”, contou.

Ela continua dizendo que, ao sair do carro, Lanez começou a atirar em direção aos seus pés enquanto pedia para que ela dançasse. “Então eu saio do carro e é como se tudo acontecesse tão rápido. E tudo o que ouço é esse homem gritando. E ele disse: ‘Dance, vadia’. E começou a atirar, e eu fico tipo, ‘Ai, meu Deus’”, diz a rapper emocionada.

“Eu não quis me mover. Eu não quis me mover muito rápido porque se eu tivesse errado o passo ele poderia ter acertado em algo super importante, ou ter me matado”, finalizou a artista.

Confira:

Após o ocorrido, Lanez foi preso por duas vezes: a primeira pelos tiros e a segunda por violar os limites impostos pela ordem de restrição que a cantora solicitou. Todo o caso ainda segue na justiça e a próxima audiência deve acontecer em setembro.

Comentários

Topo