Menu Papel POP
(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

Marina Sena mostra que é diva com apresentação quente no Lollapalooza Brasil

Após um susto meteorológico quase atrapalhar a programação, Marina Sena subiu em um dos palcos do Lollapalooza Brasil na tarde deste domingo (27). O tempo cinzento não impediu que a artista mostrasse que chegou na cena da música brasileira para ser uma verdadeira estrela e entregasse um espetáculo quente.

Vestindo um belo body com franjas prateadas e um par de botas brancas, a cantora e compositora começou o show com pose de diva, cantando “Seu Olhar”, acompanhada de bailarinos. A faixa introduziu o repertório do álbum de estreia de Marina, “De Primeira” (2021), que se fez presente em todo o show.

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

A mineira de Taiobeiras rapidamente pegou o embalo no palco, tocou “Cabelo” e encerrou o primeiro ato sendo ovacionada pelo público, que gritava “Marina” e “Gostosa!” pelo Autódromo de Interlagos (SP). Ela ficou emocionada e brincou que nunca tinha visto tantas pessoas na vida. “Nem na minha cidade tem tanta gente. Eu tô chocada! Que delícia, Lolla!”, celebrou.

Marina já devia saber que era uma estrela, mas, talvez, esse show no festival fez a ficha cair definitivamente para ela. Completamente impressionada com a plateia, a artista apresentou “Tô Na Sua”, “Santo” e “Amiúde”, uma sequência perfeita para preparar a multidão para um momento mais sério.

Em uma pausa para se hidratar e interagir com os fãs, Sena pediu para que cada um ali fosse verificar a própria situação eleitoral. O instante mais político foi a deixa para que o público puxasse um altíssimo “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*”.

Com o recado dado, chegou a vez de “Tamborim”, também do disco “De Primeira”, e “Quente e Colorido”, parceria mais recente com Illy. Foram mãos para cima e atenção a uma composição romântica, dessas de deixar a gente com o coração quentinho.

Embora todas as músicas parecessem agitar o público, “Por Supuesto”, hit da carreira de Marina, deu espaço para uma das partes mais enérgicas do show. A letra estava na ponta da língua de todo mundo e a artista pedia para ouvi-los cada vez mais alto.

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

Como se não bastasse a explosão eufórica que a faixa causou, “Voltei Pra Mim” veio em seguida para provar que também merece o título de uma das melhores produções da mineira.

Sena se preparou para esquentar o clima com “Temporal” e o céu nublado não impediu que “Ombrim”, logo em seguida, deixasse o Autódromo de Interlagos ensolarado. Acompanhada dos bailarinos para entregar muita coreografia, ela se jogou no sucesso e fez com que o público também se jogasse. Todo mundo indo pedir um banho de piscina na casa dela!

A música escolhida para fechar a passagem da artista no Lolla foi “Pelejei”. Porém, logo depois de se despedir e sair do palco, ela retornou e pediu para o publico cantar “Por Supuesto” mais uma vez enquanto caminhava pela passarela, pegando na mão e fazendo selfies com os fãs.

A apresentação pode ter sido curta, mas foi o suficiente para mostrar que Marina Sena já está pronta para se encaixar na lista de grandes artistas brasileiros.

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

(Foto: Dri Spaca / Papelpop)

Comentários

Topo