Menu Papel POP
(Reprodução/Globoplay)

Jade Picon é acusada de racismo após conversa sobre futuro com Paulo André; equipe se pronuncia

Durante uma conversa com amigas nesta quarta-feira (2) no quarto Lollipop, a influencer Jade Picon comentou a forma com que enxerga o relacionamento com o atleta Paulo André. Criticado, inclusive, pela demora em dar um primeiro beijo, eles finalmente engataram um romance – algo que não está, exatamente, nos planos de Picon para o futuro.

“É uma pessoa que me faz bem e que deixa o meus dias mais leves. Mas o que eu gosto de nós dois, é que sabemos respeitar um ao outro. É uma pessoa que fiquei e fui morar junto, praticamente”, disse.

“Se fosse diferente do que é, eu Jade, do jeito que eu levo minhas relações, eu não conseguiria… É uma pessoa que pensa da mesma maneira que eu. Mas não é uma pessoa que eu penso: ‘Quem sabe lá fora a gente namora’. Não, isso não é nem uma opção para mim”.

A fala, no entanto, foi interpretada como racista por espectadores nas redes sociais. Horas depois, no entanto, a equipe de Jade se pronunciou oficialmente a respeito das críticas.

“Mais um dia, mais uma fake news e desta vez, grave. Está rolando um vídeo em que a Jade diz que não quer namorar fora da casa, no vídeo ela reforça que não tem interesse em entrar em um relacionamento no momento”, escreveram seus administradores.

“O vídeo está rolando com a legenda dizendo que a Jade não quer namorar com o Paulo André por causa da sua cor de pele, a chamando de racista. Vale ressaltar que, tanto a nossa Jade, quanto o P.A concordam que não querem iniciar um relacionamento sério pós BBB”, prosseguiram.

“Essa acusação é gravíssima e RACISMO NÃO É BRINCADEIRA. Reforçamos que toda acusação falsa representa denunciação caluniosa, crime tipificado no artigo 138 do Código Penal e por isso, os advogados da Jade já foram cientificados e todo o material que recolhemos – e continuamos recolhendo”.

A nota também afirma que medidas legais já foram tomadas. Pelo Twitter, a equipe de Paulo André ofereceu apoio e reforçou que a decisão de ambos em termos de relacionamento deve prevalecer, não se aliando a questões equivocadas que, eventualmente, possam ser especuladas pelo público.

Comentários

Topo