Menu Papel POP
Foto: Reprodução

Ryan Tedder, do One Republic, defende Taylor Swift de acusações: “melhor do que 99,99% dos compositores vivos”

Na última segunda-feira (24), Taylor Swift foi acusada de não compor as próprias músicas por Damon Albarn, vocalista das bandas Gorillaz e Blur, em entrevista ao Los Angeles Times. Na ocasião, Swift rebateu as críticas e foi defendida pelos produtores Jack Antonoff e Aaron Dessner, parceiros musicais da cantora. Recentemente, Ryan Tedder, que trabalhou com a cantora no disco “1989”, também veio a público demonstrar o descontentamento com as acusações.

Em uma postagem no instagram, o vocalista da banda One Republic compartilhou uma matéria da Billboard e escreveu: “Taylor Swift consegue escrever músicas melhores sozinha, sem ajuda, do que 99,99% dos compositores vivos. Isso ser questionado por Damon Albarn ou qualquer pessoa é pura estupidez/inveja. As pessoas precisam parar de falar demais”, disse.

Damon Albarn, ao ser questionado sobre o talento da voz de “Blank Space” durante a entrevista, rebateu: Co-escrever é muito diferente de escrever”, afirmou o músico, que continuou: “Não estou odiando ninguém, só estou dizendo que há uma grande diferença entre um compositor e um compositor que co-escreve. Não significa que o resultado não possa ser realmente ótimo”, soltou ele.

Rebatendo as acusações, a cantora detentora de três Grammys de Álbum do Ano disse: “Eu era uma grande fã sua até ver isso. Eu escrevo TODAS as minhas próprias músicas. Sua acusação é completamente falsa e tão prejudicial. Você não precisa gostar das minhas músicas, mas é muito foda tentar tirar créditos da minha composição”.

Olha só:

Saindo em defesa da cantora, Jack Antonoff e Aaron Dessner, produtores que já trabalharam em inúmeros projetos com Swift, também foram na direção contrária dos argumentos de Albarn. “Eu nunca conheci Damon Albarn e ele nunca esteve em meu estúdio, mas aparentemente ele sabe mais do que o resto de nós sobre todas as músicas que Taylor escreve e traz”, disse Antonoff, que continuou: se você estivesse lá, beleza, vá em frente. Se não, talvez…. cale a boca?”

 

Já Aaron Dessner, que encabeça as bandas The National e Big Red Machine, disse: “Não tenho certeza do porque você Damon Albarn tentaria desacreditar a brilhante composição de Taylor, mas como alguém que conseguiu gravar em torno dela… suas declarações não poderiam estar mais longe da verdade”, finalizou.

Pouco tempo depois, Albarn foi até as redes sociais da cantora e se desculpou por suas declarações. “Eu concordo totalmente com você. Eu tive uma conversa sobre composição e infelizmente foi reduzida a clickbait. Peço desculpas sem reservas e incondicionalmente. A última coisa que eu gostaria de fazer é desacreditar suas composições. Espero que entenda”, disse.

***

 

Comentários

Topo