Menu Papel POP
Longa estreia em 27 de janeiro no Brasil (Reprodução)

Bradley Cooper afirma que gravar cena de nu frontal em “O Beco do Pesadelo” foi “bem pesado”

O Beco do Pesadelo“, novo filme de Guillermo Del Toro, está prestes a chegar aos cinemas brasileiros. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Bradley Cooper, estrela do longa, falou sobre as dificuldades e o processo de gravação do projeto.

“É realmente como colocar um kit de mineiro, chapéu e lanterna, olhar um para o outro e depois descer no túnel, sabendo que você pode estar escavando uma rota que nunca o levará ao fim naquele dia, mas você volta e desce novamente no dia seguinte”, disse o ator durante um novo episódio do programa “The Business”. Cooper também acrescentou que o diretor agora é um amigo próximo e eles conversam diariamente: “Porque o conteúdo do que é o filme, o que estávamos explorando, para fazê-lo de maneira real, exigia que estivéssemos nus emocionalmente, com a alma.”

O ator não precisou ficar nu apenas de maneira emocional, mas também fisicamente. No filme, há uma cena envolvendo um ato sexual com a personagem de Toni Collete. Cooper afirma que se despir diante das câmeras foi um enorme desafio, algo que nunca fez antes.

“Ainda me lembro daquele dia em que fiquei nu na frente da equipe por seis horas, e foi o primeiro dia de Toni Collette. Foi como, ‘Uau.’ Isso foi bem pesado”, comenta o artista. Ele acrescentou que nunca recuou, “porque não havia nada de gratuito nisso. Foi para a história.”

O trhiller noir segue um homem corrupto (Cooper) que se junta a uma psiquiatra (Cate Blanchett ) para aplicar golpes em milionários. O projeto ainda reúne Rooney Mara e Willem Dafoe no elenco. Todos atuam com um roteiro baseado em “O Beco das Almas Perdidas” (1946), romance de William Lindsay Gresham.

“O Beco do Pesadelo” estreia em 27 de janeiro nos cinemas brasileiros. Confira o trailer:

 

Comentários

Topo