Menu Papel POP
Longa ainda não tem previsão de estreia (Divulgação/Reprodução)

Anthony Mackie vai dirigir filme sobre Claudette Colvin, pioneira dos direitos civis nos Estados Unidos

Anthony Mackie vai comandar seu primeiro longa-metragem. De acordo com o Deadline, em relatório divulgado ontem (19), o ator vai dirigir o filme “Spark“. O drama será estrelado por Saniyya Sidney, de “King Richard”, como Claudette Colvin, pioneira da era dos direitos civis e ícone do movimento negro.

Colvin tinha 15 anos quando enfrentou bravamente o racismo, sendo presa depois de se recusar a ceder seu lugar em um ônibus lotado e segregado em Montgomery, Alabama. Isso foi nove meses antes de Rosa Parks se tornar um símbolo da era dos direitos civis por corajosamente fazer essencialmente a mesma coisa. Inicialmente abraçada pelos líderes dos direitos civis por sua coragem, Colvin foi excluída da história quando esses mesmos líderes cívicos decidiram que uma adolescente pobre e de pele escura não seria o rosto ideal para sua campanha pública.

“67 anos atrás, quando a história me colou no banco daquele ônibus em Montgomery, eu nunca poderia imaginar que defender meus direitos poderia desencadear um movimento que mudaria o curso da história”, disse Colvin. “É realmente uma honra ter minha história recontada, pelo Sr. Mackie, para que as gerações futuras aprendam sobre nosso passado para que possam seguir em frente sabendo que o progresso é possível e que as coisas melhoram. Espero que minha história inspire os jovens a continuar lutando pelos direitos civis e pela dignidade humana”.

Mackie disse que se deparou com a história de Claudette Colvin durante uma visita ao Museu Nacional dos Direitos Civis em Memphis. “Não só fiquei emocionado, mas inspirado”, disse ele. “É ótimo ser um super-herói nos filmes, mas ela é uma pessoa de verdade vivendo entre nós e estou honrado em contar sua história.”

Ainda não há previsão de estreia para “Sparks”.

Comentários

Topo